JEJUM INTERMITENTE: O QUE É? COMO FAZER? QUAIS OS BENEFÍCIOS?

Leia o artigo abaixo (e veja também o vídeo logo abaixo) para desvendar o que é todo esse bafafá atual sobre jejum intermitente e como você pode tirar proveito disso!

Jejum Intermitente NÃO é dieta

Antes de mais nada, saiba que o Jejum Intermitente correto e estratégico é uma das armas mais poderosas a favor do emagrecimento! Ele é uma peça chave e pode mudar tanto a sua forma física como a qualidade da sua vida.

Esta idéia e prática que sempre foi comum durante milhares de anos de história, hoje caiu meio em desfavor de fronte com essa onda frenética que prega que quanto mais se come, melhor.

Ainda assim, todos nós praticamos o jejum diariamente todos os dias. Isso acontece no período em que estamos dormindo.

Porém, diferente de antigamente, agora tendemos a achar que precisamos comer algo de café da manhã no segundo depois que abrimos os olhos de manhã (Será que a indústria bilionária dos cereais matinais tem algo a ver com isso?).

A própria palavra “café da manhã” em inglês: breakfast significa “break fast”, ou seja, “quebrar jejum”.

Agora, o que as pessoas não entendem é que o ato de se “quebrar jejum” pode ser feito a qualquer momento, por exemplo, ao meio dia, as 2 da tarde e não obrigatoriamente no momento em que você acorda.

A indústria e a mídia criaram na nossa mente a falsa “necessidade” pelo café da manhã o mais cedo possível depois de se acordar. Enquanto algumas pessoas realmente gostam de fazer isso e não têm problema nenhum, outras não têm o mínimo apetite assim que acordam. O ponto é: ao contrário do que se acredita, o café da manhã não é uma necessidade fisiológica pra todos, mas, sim, um hábito propositalmente criado pela indústria.

O nosso objetivo aqui é mostrar que o jejum intermitente é uma arma poderosíssima que irá turbinar tanto os resultados no emagrecimento, mas também a retomada de uma saúde de ferro e bem-estar contínuo. Aliás, talvez para a sua surpresa, praticar o J.I de forma correta é muito mais simples, fácil e prazeiroso do que você pode imaginar.

Iremos também desbancar cientificamente os mitos mais comuns sobre o assunto, colocando a luz da verdade sobre tudo.

Veja abaixo alguns dos grandes benefícios da prática estratégica do Jejum Intermitente (J.I). Iremos navegar pelas evidências científicas para provar todos eles:

O Jejum Intermitente contribui para:

  1. Queima de gordura e não músculo
  2. Emagrecimento acelerado
  3. Aumento da sensibilidade a insulina
  4. Sensação de bem-estar e saciedade
  5. Mais energia e aumento do metabolismo basal
  6. Controle estável da glicose no sangue
  7. Reversão da diabetes tipo 2

Primeiro, vamos ver que, como dito, o Jejum Intermitente (J.I) não é algo novo, aliás, muito pelo contrário, é algo já feito e praticado pela humanidade a milhares de anos.

Hipócrates, considerado o pai da medicina moderna, já dizia no seu tempo (antes de cristo):

“Nossa alimentação deveria ser o nosso remédio. Nosso remédio deveria ser a nossa alimentação. Porém, comer quando se está doente, é alimentar a doença.”

A idéia de se alimentar corretamente como remédio e de não se alimentar estrategicamente também como remédio é algo conhecido à milhares de anos.

Philip Paracelsus, o fundador da toxicologia e um dos pais da medicina moderna do mundo ocidental, ainda no século 14, escreveu: “Jejum é o melhor de todos remédios”.

Benjamin Franklin (1706-1790) escreveu: “O melhor de todos remédios é o descanso e o jejum.”

O problema é que hoje, em um mundo dominado por interesses econômicos e políticos, não se faz dinheiro dizendo para as pessoas comerem menos frequentemente, certo?

Logo, a mídia, governos e surpreendentemente até “experts” em nutrição hoje pregam a idéia infundada de que o ideal é se comer o tempo inteiro de preferência, 6, 7, 8 refeições por dia.

Iremos ver mais sobre isso adiante, porém, o ponto aqui é que os interesses tomaram frente diante das verdades e isso está no fazendo mal.

A prática do J.I sempre foi muito comum (e ainda é) também no meio religioso, por exemplo.

Na época de Jesus Cristo a obesidade era algo muito raro, então eles se utilizavam da técnica de J.I para preservar a boa saúde e aumentar a clareza mental.

Como eu disse no início e como iremos evidenciar, J.I é ótimo para emagrecimento, porém, além de tudo, é ótima para a saúde!

No Budismo é geralmente comum se comer apenas pela manhã, fazendo jejum até o dia seguinte.

Gregos ortodoxos do Cristianismo podem fazer tipos diferentes de jejum durante 180-200 dias do ano.

Os muçulmanos fazem jejum o dia inteiro, todos os dias, só comendo a noite (ou antes do nascer do sol) durante um mês inteiro (Ramadan), assim como o profeta Mohammed incentivava jejum todas segundas e quintas

O Catolicismo também prega a prática do jejum, ainda que quase ninguém segue estas diretrizes hoje em dia.

Enfim, estes são alguns fatos que mostram que esta é uma prática milenar e há milhares de anos vinculada a boa saúde.

Os Pontos Mais Importantes (em vídeo)

Reserve agora seu assento virtual para assistir a aula gratuita abaixo:

Como o Jejum Intermitente Turbina o Emagrecimento

Como quero focar em queima de gordura aqui, vamos ver um pouco mais como a prática do jejum funciona no corpo.

Dr. George Cahill descreveu de uma maneira bem simples os 5 estágios da fisiologia do jejum.

Vejamos abaixo:

Agora, não se preocupe em entender o gráfico.

Veja, de forma simples, o gráfico mostra o seguinte:

  • Estágio 1: Quando começamos o jejum, a maior parte do seu corpo está queimando glicose exógena, que em sua maior parte vem dos carboidratos que você come. Ou seja, você está queimando glicose (açúcar) e não gordura, que é o que você provavelmente quer.
  • Estágio 2 e 3: Seguindo jejum, o glicogênio armazenado no corpo provê a maior parte da glicose necessária. A maioria dos tecidos ainda está queimando glicose, porém, os músculos, fígado e células de gordura começam a queimar gordura. Boa notícia!
  • Estágio 4: Os estoques de glicogênio acabaram. O processo de gluconeogêneses (criação de glicose pelo fígado e rins) está agora provendo toda a glicose necessária pelo corpo, porém, somente o cérebro, os glóbulos vermelhos e a medula renal usam glicose. Todo o resto está já queimando gordura. Ótimo!
  • Estágio 5: O cérebro começa a praticamente só queimar gordura na forma de corpos cetônicos e os glóbulos vermelhos precisam somente de uma pequena quantidade de glicose (gerada pelo próprio corpo através da gluconeogêneses).

Resumindo, com a prática do jejum, o seu corpo aos poucos deixa de ser uma máquina de queimar glicose para ser uma máquina que queima gorduras.

O que permite que isso aconteça é que a prática correta do jejum intermitente irá solucionar as 2 principais CAUSAS do ganho de peso (insulina e resistência a insulina), sobre as quais eu explico na aula gratuita que você pode assistir se inscrevendo abaixo.

Logo, o jejum intermitente irá abrir as portas para a perda de peso.

Tipos Mais Comuns De Jejum Intermitente

Quais são os “protocolos” de jejum recomendados e qual meu favorito?

Lembrando que para uma estratégia de jejum intermitente funcionar, ela deve complementar nosso estilo de vida, sendo flexível e fazendo nos sentir melhor e não pior, logo, tendo isso em mente, quais os tipos mais comuns?

Jejum de 12 horas

Este parece ser o modelo mais praticado (involuntariamente) pela população até não muitas décadas atrás e o mais fácil e direto de ser executado.

Para fins de intervenção (emagrecimento, controle da insulina, etc), ele não é o mais eficiente e efetivo, afinal, a janela de jejum é um tanto estreita (12 horas).

Quando as pessoas tinham o costume de fazer 3 refeições por dia ou menos, o jejum de 12 horas poderia acontecer naturalmente.

Por exemplo, se você janta as 19h e faz café da manhã as 7h do dia seguinte. Este é um jejum de 12h.

Outros exemplos:
* 20h até as 8h
* 21h até as 9h
* 22h até as 10h
* 23h até as 11h
* 00h até o meio-dia
e assim por diante…

Jejum de 16 horas

Este é meu favorito 🙂

O jejum de 16 horas amplia a janela de baixa insulina no sangue.

A idéia aqui é que você faça todas refeições que tem que fazer dentro de uma janela de 8 horas no dia. Por isso esse protocolo é conhecido como 16/8.

Existem vários proponentes deste estilo, dentre eles o método Lean Gains que visa utilizar essa prática para promoção de crescimento muscular sem acúmulo de gordura.

Por exemplo, você pode acordar, pular o café da manhã e almoçar ao meio dia.

Com isso, você faria a sua última refeição as 20h e pronto. Das 20h ao meio dia do dia seguinte, são 16 horas de jejum.

Outros exemplos:

* 15h até as 7h
* 16h até as 8h
* 17h até as 9h
* 18h até as 10h
* 19h até as 11h
* 20h até as 12h
* 21h até as 13h

Jejum de 18 horas

Este modelo estende ainda mais o período de insulina baixa no sangue.

É um modelo sugerido por alguns profissionais famosos do ramo da nutrição, como Dave Asprey. Eu já acho que não se adapta tão bem ao estilo de vida da maioria das pessoas.

Ex: janta as 19h e primeira refeição as 13h

Veja alguns exemplos de horários:

* 15h até as 9h
* 16h até as 10h
* 17h até as 11h
* 18h até as 12h
* 19h até as 13h
* 20h até as 14h

Jejum de 24h

Este é outro modelo bastante comum e comendado por pessoas como Brad Pilon, famoso autor do livro Eat Stop Eat.

Com este modelo, basicamente você faz jejum de janta a janta.

Por exemplo, faz sua janta as 20h e depois só come novamente as 20h do dia seguinte.

Com este modelo você nunca fica um dia sem comer, afinal, você janta todos os dias.

Claro, é possível fazer de almoço até almoço, café até café, como preferir.

Exemplos então são:

* 12h até as 12h
* 14h até as 14h
* 19h até as 19h
* 21h até as 21h

O Que Comer/Beber Durante o Jejum?

Quando falamos em jejum, uma dúvida natural que surge é justamente esta: “O que posso comer ou beber durante o jejum sem arruinar seu efeito?”

Aliás, mais importante do que isso é o que você comer QUANDO você sair do jejum, é isso que basicamente vai definir o sucesso ou fracasso do emagrecimento no médio e longo prazo!

Eu falo sobre isso na aula online que mencionei antes aqui, inclusive mostrando exatamente quais alimentos comer, quais moderar e quais evitar bastante. Certifique-se de se inscrever pra ver a aula gratuita clicando no botão laranjado abaixo.

Bom, sobre comer durante o jejum, acho que é óbvio que nada deve ser comido durante estas horas, caso contrário não seria um jejum, por definição.

Agora, em se tratando de bebidas, temos alguma flexibilidade.

O canadense Dr. Jason Fung, expert em jejum intermitente e também outros médicos e proponentes competentes desta “arte” costumam dizer que o consumo de água, água com gás, café (sem açúcar) e chá (sem áçúcar) não apresenta problemas.

Além disso, outra bebida comumente liberada é Brodo (sopa de ossos). Além de extremamente saudável, é também bastante saborosa.

Outros profissionais, como o próprio David Asprey, sugere também o consumo de café preto com manteiga (e óleo de côco ou MCT) sem quebrar de fato o jejum. Isso porque gorduras PURAS tendem a não quebrar o jejum, mas isso não significa que elas não irão desacelerar seu emagrecimento.

No meu dia-a-dia, eu geralmente não como nada de café da manhã, tomando sempre uma ou duas xícaras de café ao invés.

Resumindo então, temos algumas opções de líquidos para degustarmos enquanto em jejum:

  • Água e água com gás
  • Chá verde, preto, branco e outras infusões
  • Café preto
  • Café com manteiga (óleo de côco e MCT opcionais)
  • Brodo, sal a gosto (sopa de ossos de galinha, vaca ou peixe)

Nota: É sugerido que durante o jejum se evite o uso de qualquer adoçante, calórico ou não-calórico (incluindo estévia), pois alguns estudos mostram que estes adoçantes estimulam a insulina no sangue. Já outras pessoas acham que não tem problema. Fica a seu critério decidir 🙂

Como Usar o Jejum De Forma Poderosa Para Emagrecimento?

Como disse antes, o jejum intermitente alinha a uma alimentação verdadeiramente correta (o que é diferente do que você pode estar imaginando…) é talvez a estratégia mais poderosa existente hoje para se emagrecer de vez, atingir o peso ideal e se manter lá, sem esforço, fome, etc.

Como este artigo já está longo demais, eu gravei uma aula gratuita em vídeo mostrando exatamente como se atingir o que falei acima.

Você pode se inscrever gratuitamente no link abaixo:

O Que Você Vai Ver Nesta Aula:

O objetivo da aula é muito simples (e ambicioso), é ser um divisor de águas na vida de quem já tentou absolutamente tudo pra emagrecer e ainda não achou uma solução permanente.

  • A exata estratégia de 3 fases cientificamente comprovada e já aprovada por alguns milhares de pessoas para emagrecer de vez, naturalmente, com saúde e pra sempre.
  • Quais são exatamente os alimentos que aceleram o emagrecimento e quais que freiam ele completamente.
  • Qual a causa número 1 do ganho de peso e porque ninguém irá emagrecer de vez sem corrigi-la, não importa o que fizer.
  • Porque o que 95% de todos que tentam emagrecer nunca irá funcionar (e irá tornar quase impossível o emagrecimento)
  • Receitinha relâmpago de apenas 2 minutos pra começar com o pé direito substituindo um dos maiores vilões do emagrecimento.
  • Um poderoso desafio de 30 dias que já mudou a vida de mais de 6000 pessoas e muda mais diariamente.
  • Um brinde gratuito para você baixar e mais lá dentro 🙂

Reserve seu assento na aula virtual gratuita no botão abaixo:

Um grande abraço e nos vemos dentro da aula,

Rodrigo

  • Daiana

    é permitido um jejum de 1 semana (168 horas)?

    • Rodrigo Barros

      sim, mas antes de inicia-la, não esqueça de deixar o testamento pronto.

      • Daiana

        EU FIZ ,NÃO MORRI, depois do 3 dia fica mais fácil…

        • Katia Maria

          Qual o resultado que vc obteve?

          • Rodrigo Barros

            desculpas, mas ela não poderá responde-la, morreu de fome !

  • Aline

    Quem tem labirintite pode fazer jejum intermitente?

  • Carlos Felipe Araújo

    Em espanhol “café da manhã” é DESAYUNO, des + ayuno (desjejum)

  • Daniela Da Costa Varis

    qual o tempo do jejum , tipo uma semana , um mes ? e apos o periodo voltarei a engordar?

    • Ledir Rocha

      Jejum é pra vida toda, não é dieta é um estilo de vida.

  • Rafael Ferreira

    azeite de oliva em pequenas quantidades quebram o jejum?

  • Rose Cazalatina

    Durante o jejum é permitido tomar suco detox?

    • Pietro Gutier

      obvio que não, olha o termo da palavra “jejum”, apenas agua , chá, agua com limão, pode usar canela no cafe , mas nada de adoçante….

  • Daisy Cunha

    Faço atividade física de manhã
    . Posso fazer em jejum? e ainda
    ficar em jejum até o almoço?

  • Augusto

    Como ficam os diabéticos neste caso?

  • Solange Maria Rodrigues

    Oi fiz o pedido do material e ainda não recebi nada no meu e-mail.

  • Tamara Rodrigues

    Cara… que bosta. Tanta informação e pouco sentido. Imagina quantos leigos lendo isso e acreditando em tudo que disseram. Colocando religião em meio de ciência… Falando que “na época de Jesus Cristo quase não existia obesidade” HAHAHAHAHA por causa do Jejum?!

    ACORDEM! É muito fácil tirar dinheiro das pessoas hoje em dia. TENHAM SENSO CRÍTICO!