A Verdade Sobre A Soja Como Alimento Saudável

soja2

Seja você vegetariano(a) ou não, pode estar optando por consumir soja de várias formas por acreditar que este é um alimento que traz benefícios à saúde. Afinal, é isso que dizem por aí em praticamente todos os canais da mídia.

Aliás, nos EUA, por exemplo, a mídia construiu propositadamente a fama que a soja tem.

Veja, no caso deles lá, seria um problema muito grande se a população começasse a comprar óleos verdadeiramente saudáveis, como o óleo de coco. Seria um problema por que os EUA não é um país tropical! Imagine mais de 300 milhões de pessoas usando óleo de coco! Eles fariam do Brasil um país ainda mais rico, pois teriam que importar tudo! 🙂

O que eles decidiram fazer, ao invés, foi o oposto, ou seja, abafar essa onda positiva dos óleos saudáveis e começar a divulgar fortemente uma fama construída de grãos que eles, sim, podem produzir em massa, ou seja, a soja, milho, etc. Afinal, isso sim seria ótimo pra economia e tem sido desde então.

Bom, saiba que eu também já consumi este alimento em quantidade, devido à esta mesma fama tão nobre que a soja parece ter. Tudo parou quando resolvi pesquisar mais a fundo sobre o assunto e é isso que quero compartilhar um pouco contigo neste artigo.

Brincando de Deus…

O ser humano adora modificar a natureza em seu benefício e isso se estende aos alimentos também, os quais, são conhecidos como “alimentos geneticamente modificados”. Na realidade, isso nem soa bem aos ouvidos, soa?

Se você nunca tivesse ouvido falar no termo e alguém chegasse pra você com algo na mão e te oferecesse: “Opa, quer uma mordida deste alimento geneticamente modificado?”

Não sei quanto a você, mas eu teria no mínimo uma pulga atrás da orelha.

Nos EUA, 91% da soja comercializada é geneticamente modificada. Não tenho os números do Brasil, porém, arrisco dizer que é semelhante. A produção de soja no país é grande! Soja é um negócio de peso que movimenta muita grana todos os anos.

Agora, por que modificar a soja? Oras pelotas, pra tornar o seu cultivo mais fácil, cortar custos de produção e gerar mais receita.

Normalmente, se modifica a soja para que ela seja resistente ao pesticida que é usado durante seu cultivo.

Logo, nos defrontamos com o primeiro problema, a modificação genética do grão de soja. Estudos com ratos têm mostrado que os malefícios e consequências do consumo de soja modificada tendem à aparecer até mesmo nas próximas gerações de ratos. Estes estudos com ratos mostram que a segunda e terceira gerações de ratos têm sérios problemas de infertilidade (muitos sendo estéreis).

Estes estudos são feitos com ratos justamente por que a espectativa de vida deles é bem mais curta do que a nossa, logo, fica mais fácil de se analisar algo do gênero.

Mas e a soja natural/orgânica?

Você, agora, pode estar se questionando sobre a soja que é natural e não geneticamente modificada… justo!

O primeiro desafio seria achá-la, na realidade. Confesso que nunca me preocupei em pesquisar onde é possível de se encontrar soja natural, porém, imagino que seja um desafio.

Enfim, o consumo de soja, independente de ser modificada ou não é alvo de estudos à muito tempo!

O Dr. Kaayla Daniel escreveu um livro inteiro sobre o assunto, chamado The Whole Soy Story, apontando incontáveis referências bibliográficas de estudos que relacionam o consumo de soja à problemas como, nutrição deficiente, problemas digestivos, problemas imunológicos, disfunções na tireóide, declínio de cognição, problemas reprodutivos e até mesmo câncer e doenças cardíacas.

A soja contém muitos hormônios potentes que podem afetar a saúde. As mulheres, em particular, são mais vulneráveis à eles, pois os phytoestrogens isoflavones contidos nos grãos podem levar à problemas de tireóide, fadiga e infertilidade. (veja as referências no final do artigo).

O Dr. Mercola, respeitado médico americano, por exemplo, possui vários artigos mostrando a relação negativa que o consumo de soja tem com problemas como:

  • Câncer de mama
  • Danos cerebrais
  • Anomalias infantis
  • Problemas de tireóide
  • Cálculos renais
  • Problemas imunológicos
  • Sérias alergias
  • Infertilidade
  • Problemas na gravidez e no pós natal

Além disso, a soja, assim como outros grãos integrais que já mencionei aqui no Emagrecer De Vez e também no livro eletrônico oficial aqui do site, possui os anti-nutrientes que dificultam a absorção de minerais no corpo, como cálcio, magnésio, cobre, zinco, etc.

Então, soja não é nunca saudável?

soja

Sim, existem alimentos derivados de soja que são conhecidamente saudáveis, porém, raros de serem encontrados.

Os produtos de soja que são fermentados, são saudáveis, pois, o processo de fermentação acaba eliminando os agentes causadores dos problemas mencionados anteriormente.

Exemplos destes produtos fermentados de soja são: Nato, miso e tempeh. Bom, eu nunca cheguei a procurar, porém, não sei quanto a você, mas eu nunca vi um desses pra vender em lugar nenhum. Você pode procurar pelos nomes no google, se tiver curiosidade.

Uma exceção é o conhecido molho de soja (Shoyu da vida), o qual, é, potencialmente, uma opção saudável. Tradicionalmente, ele é feito de grãos fermentados de soja. A má notícia, pra variar, é que muitas variedades no mercado são produzidas artificialmente com utilização de processos químicos, ao invés. Ser humano brincando de Deus novamente… (Aliás, sabia que inventaram agora até mesmo uma maçã que não oxida (fica preta)? Chamam ela de Arctic Apple. Você acha que isso será bom para o nosso organismo? Iremos descobrir com o tempo…

Agora, assim como eu, você pode estar se perguntando sobre os alimentos de soja famosos que todos conhecemos, não é?

Certo! A sugestão é que você EVITE o consumo de todos os alimentos derivados de soja comumente aceitos como “saudáveis”. Veja a lista abaixo:

Tofu – Alimento processado que colabora com todos os efeitos negativos mencionados até agora.

Leite de soja – Ao tomar leite de soja, você estará ingerindo uma grande concentração de tudo o que causa os problemas mencionados.

Óleo de soja – Contém muito omega 6 e isso colabora para que a relação entre omega 3 e omega 6 (1 pra 1 seria o mais saudável) fique totalmente desbalanceada, pendendo fortemente pro lado do omega 6 e isso tem mostrado ser causa de vários problemas de saúde.

Proteína isolada de soja – Longe de ser equivalente à proteína animal, é derivada de processos industriais e rica em componentes artificiais (como MSG) que tem comprovados efeitos negativos no corpo.

Adicionalmente, uma dica forte é que as mães NUNCA alimentem seus bebês com fórmulas derivadas de soja.

Ufa! Bom, no geral, prefiro muito mais escrever artigos falando sobre hábitos que são positivos e que são amigos de uma vida saudável e cheia de energia, porém, as vezes é necessário apontar o dedo para alguns falsos alimentos que são venerados diariamente pela mídia e pela população.

Como sempre falo, a sua saúde é a coisa mais valiosa que você tem. Sem sua saúde, nada existe e nada faz sentido. Logo, sugiro que não messa esforços para tomar todas as atitudes necessárias que possam contribuir para uma vida longa, cheia de energia e saudável.

Este artigo é somente uma pincelada no assunto. Você pode ler mais nos links de referência abaixo ou ainda ainda fazer suas próprias pesquisas.

Agora você também sabe um pouco mais do porquê de eu não recomendar nenhum tipo de alimento derivado de soja no livro eletrônico oficial do site.

Existe muita controvérsia rondando a soja, assim como qualquer alimento que esteja ligado diretamente à um ALTO impacto econômico, porém, para nossa sorte, existem muitos estudiosos, cientistas e pesquisadores sérios e imparciais com estas coisas.

Um grande abraço pra ti e viva saudavelmente,

Assinatura_pequena-menor

Referências Principais

Soy Can Damage Your Health

Imediate Protein

The Whole Soy Story

10 Things To Know About Tofu

  • Fabiano

    Rodrigo, quando puder fala um pouco das alternativas para quem é vegetariano e quer emagrecer com saúde e músculos.

    • Ovos e Peixes, Fabiano! Sugestão anotada!

      • Ademir

        Quase la Geosh..rsrsrsr, peixe também é carne!!!

        • Grande Ademir, Eu jurava que era fruto do mar, heheheh! Brincadeiras aparte, citei o peixe por algumas pessoas o considerarem como uma opção, assim como os ovos. Grande abraço!

  • Felippe

    Deu pane! Eu tinha o hábito de deixar grãos de soja para mastigar durante o dia.. mas cortei desde que comecei a ler sobre a soja por aqui… a pane, foi na questão da medicina.. uma amiga minha foi aconselhada a trocar muitos alimentos pela opção da soja, leite, carne, etc… depois que tratou de um câncer de mama… E aí? Então o médico está totalmente errado?

    • Jaqueline

      Ah, claro. Ele deve ter estudado um mínimo de 6 anos (mais a experiência da profissão) para estar totalmente errado…

      • Felippe

        Querida Jaqueline, isso não é possível? Os médicos que estudam 6 anos (mais a experiência da profissão) nunca erram?

        • Jaqueline

          Claro que erram! Eles são humanos! O que eu acho muito perigoso é desconfiar assim tão FACILMENTE (após o que eu citei sobre o estudo e a experiência) do diagnóstico dele apenas depois de ler um artigo na internet.

          • Felippe

            Não é uma questão de acreditar ou não, desconfiar ou não, excluir a soja ou não da alimentação, etc… e sim da pessoa testar em seu organismo a retirada de um ou outro alimento. Uns acreditam em algumas coisas outros em outras… o médico do meu filho (chefe da pediatria da USP) sempre condenou o ADES na alimentação das crianças…

            Porém, entendo suas colocações….

          • Jaqueline

            Sim, como os organismos são muito diferentes uns dos outros, também acho bem válido fazer o teste. No meu caso, só tive melhoras depois que tirei a carne animal, minha digestão melhorou 100% e não sinto sintomas como os de antes que eu vivia recorrendo a anti-ácidos depois de almoçar, me sentindo pesada, essas coisas.

          • Jaqueline, no meu caso sempre acreditei que a “Lombeira” de comer arroz com carne vinha da carne, qual foi a minha surpresa ao remover o arroz! Se consumo trigo ou açucar em grande quantidade, a asia é certeira. Mas sim, a chave de tudo é o experimentalismo.

      • Gina Carvalho

        Jaqueline, médico ñ estuda nutrição, os q passam dietas estão fazendo isso só pelo dinheiro, e de forma irresponsável. Pergunte p/ qualquer nutricionista, q ela vai confirmar isso. Eu acho um absurdo ainda se permitir isso, mas como aqui é Brasil zil zil zil tudo pode p/ os poderosos. O povo q se exploda.

        Muita Luz!

        • paula

          nutrólogos: médico especializado em nutrição

          • Gina Carvalho

            Oi Paula, me refiro aos médicos em geral, pois se acredita q todo médico, pode dar palpite na alimentação de seus pacientes. O especialista já é diferente. É como se fosse a junção do nutricionista c/ o médico. Entendeu?

            Muita Luz!

      • Joana Queiros

        Olá, Jaqueline
        Continue assim “emparelhada”. Sem conseguir encher um palma do nariz que você vai longe… dar com os ” burros n`água”.. Foi por causa de um desses “Seu Doutor” que se julgava Deus foi que perdi minha saúde num procedimento errado numa simples operação de retirada de pedra na vesícula.

  • Aurélio Gomes Vianna

    Rodrigo, Como sempre vc tem sido um Anjo em nossa alimentação e busca por uma vida saudável. Obrigado pela relevância dessas informações sobre “A Soja”,
    valeu!
    Quero Te pedir se possivel o mesmo empenho quanto ao mineral “CLORETO DE MAGNÉSIO”.
    Obrigado

  • Clara Miranda

    Rodrigo,
    Eu provavelmente fui uma vítima dos efeitos da soja.
    Há 30 anos atrás, quando as pesquisas e acesso à elas (principalmente) eram diferentes, minha mãe não sabia dos problemas da soja, e achava, sim, que era uma coisa saudável.
    Eu era um bebê recém-nascido e fui amamentada com leite materno por apenas 3 meses, pois minha mãe não tinha mais leite a partir daí.
    Assim, pesquisando do jeito que dava, ela achou o leite de soja como opção para seu bebê. E ela tinha o trabalho diário de FAZER, manualmente, o leite de soja.
    Daí, pode-se ver, eu tomei MUITO leite de soja enquanto ainda não comia outra coisa, foi meu alimento único por meses.
    O resultado disso foi que, aos 7 anos, o hipotiroidismo foi detectado no meu organismo. Desde então brigo com seus sintomas (mesmo dentro dos controles com remédios), especialmente no que tange a emagrecer (mas isso é outra novela).
    Com as pesquisas de hoje, coitada da minha mãe, morre de culpa.
    Hoje, eu não gosto de leite de soja, detesto esses “sucos” de soja (que eu chamo de vitamina, pois pra mim, misturou leite com fruta é vitamina, e não suco). Não consumo, e também não sou fã de proteína texturizada de soja. Tofu acho sem graça, caro e difícil de achar.
    O que realmente consumo com soja hoje é missô (quando acho), adoro colocar uma colherzinha na sopa, e molho de soja, mas dos industrializados que vemos por aí. Mesmo assim, raramente tenho em casa, só mesmo quando parto pra devorar uma japanese food!
    🙂

    • Acho que nenhum de nós está livre disso, Clara. Eu mesmo sofri por 12 anos da minha vida com alergias ao leite sem saber. Só se acaba com o sofrimento com o conhecimento. O jeito é a gente ir estudando e evoluindo, pra que no futuro pessoas nao tenham que passar por esses anos trevosos que foram dos anos 50 pra cá, no que tange a alimentação e a nossa qualidade de vida.

  • Taiane

    CARACAAAAA. Tô pasma, Rodrigo! Falam tanto que mulher tem que comer mais soja por causa da menopausa e tal… e eu me culpando porque como pouquíssimo! Gostei do artigo. Um abraço!

    • Temos que mastigar tudo sempre antes de engolir, inclusive informação, Taiane. Sempre =)

  • Vanessa Assunção

    Então, quais são as alternativas às proteínas recomendadas para vegetarianos?

    • Vanessa, Ovos e Peixes, Caso você os consuma. lembrando que estes, a procedência faz toda a diferença!

      • Jaqueline

        Vegetarianos não comem peixe pq tbm são animais, seres vivos, consequentemente, cadáveres no prato.

        • Jaqueline, as bactérias que consumimos diariamente também são seres vivos. Os ácaros que respiramos. A diferença é que, nao as vemos, e por conseguinte não conseguimos antropomorfizá-las. Ao limpar nossas casas nós matamos mais bactérias do que todos os seres humanos que já existiram juntos.

          • Teresa

            Geosh, você tem que lembrar que o vegetarianismo nem sempre é apenas uma questão de princípios ou filosofia de vida. Acredito que o comentário acima o seja, mas ficar falando que “peixe ou ovos” são opções para vegetarianos não faz sentido especialmente se a pessoa não gosta ou não consegue consumir qualquer tipo de carne ou ovos.

            Vou te dar o meu exemplo: eu parei de comer todos os tipos de carne aos 11 anos de idade. Voltei a comer peixe aos 17 por ter começado a morar só e precisar de alimentos saudáveis e práticos. Só que eu passei a ingerir peixe apenas uma vez por semana.

            Hoje em dia, ao descobrir dos problemas que ingerir arroz e trigo (boa parte da minha alimentação) me trazem, eu tento comer um pouco mais de peixe, mas eu venho passando muito mal.

            Para você ter ideia, eu consigo comer sushi ou sashimi, mas salmão grelhado ou assado me faz passar muito mal! E mais do que 100g de sashimi também. Entende a situação?

            Estou me virando nos trinta para retirar todo esse carboidrato ruim (já cortei pão e arroz (exceto o arroz do sushi) e o macarrão integral), mas eu não tenho alternativas de proteína para substituir. Nem ovos eu consigo comer! E não há ser humano que consiga proteínas apenas de castanhas e legumes. Daí eu ingiro quinoa, amaranto, chia, semente de girassol… e leguminosas em pequenas porções semanais. Mas tem dia que essa “comida de passarinho” me cansa e, sem comer carne, sem comer carboidrato, que que sobra?

            Barra pesada, não? =/

          • Realmente, Teresa! Temos que pensar no porquê desse alimento estar te fazendo mal. Você já consultou com algum alergista?

  • roberto

    Faltou falar da soja e a redução de testosterona no homem.

    • Verdade, Roberto. Existe muita literatura sobre esse aspecto também.

  • olá Rodrigo!
    Acabei de ler seu artigo. Já comi soja em grãos algumas vezes e o efeito em meu organismo foi o de me engordar. Não como mais! Qto aos sucos Ades c/ zero açúcar nunca percebi nada!

  • Jaqueline

    Sabe o que eu acho engraçado? No meio destes milhares de artigos você se preocupou em falar das modificações na soja e como essas modificações causam taaaaaantos efeitos negativos na saúde, mas chega a ser BIZARRO que isso dá a entender que comer carne é muito natural, visto todos os processos pelos quais os animais passam nos matadouros, o consumo de antibióticos e hormônios que são todos transferidos para o homem quando eles consomem aquele alimento.
    Se é para consumir coisas que, de um jeito ou de outro, foram estragadas pelo homem, prefiro fazer isso sem matar nenhum ser e sem crueldade.

    • Kethlyn

      Jaqueline,

      Mesmo a carne mais cheia de hormônios da face da terra é ainda sim mais “saudável” do que soja e grãos.
      Há empresas que trabalham seriamente e não expõe os animais em situações inóspitas.
      Comer carne animal é evolutivo do ser humano, se sua opção é contrária, eu respeito.

      • Jaqueline

        Discordo, mesmo as empresas que dizem tratar “bem” os animais os alimentam com: grãos, estimuladores de crescimento à base de antibióticos, hormônios e por aí vai… a questão aqui nem é amor pelos animais, achar injusta a crueldade nem nada do tipo, mas exclusivamente o fato de “criticar” (desculpem, não pensei numa palavra melhor) um grão, sendo que os animais não são apenas alimentados com o grão em si, mas com muitas outras coisas prejudiciais.
        E, um outro ponto (que aí já é questão pessoal mesmo) foi o que eu citei anteriormente, que se é para comer alimentos “envenenados” eu prefiro escolher os “venenos” que não vieram da morte de nenhum ser.

        • livia

          concordo totalmente com vc.

        • Luciane

          Bom deve ser por isso que aqui no site eles recomendam boi de pasto, que come pasto. Mesmo não tendo nenhum conhecimento técnico do assunto acho que tudo que for mais natural possível deve ser o mais saudável para nós. Quanto mais sintetizado ou modificado deve ser pior.

          • Luciane, Por motivos éticos, sou contra maus tratos com qualquer tipo de ser, que acredito serem mais comuns no modelo atual da indústria alimentícia. No modelo atual não só os animais, nós mesmos e o meio ambiente saem prejudicados.
            O modelo que acho que deve voltar justamente por causa dessa demanda que estamos criando, é o do pequeno agricultor, que cultiva alimentos organicos e de maneira mais natural.
            Isso gera empregos, é bom pro meio ambiente e pra nossa saúde. Animais criados mais livres, tendem a ter uma alimentação melhor, assim como uma qualidade de vida melhor. Com uma cadeia de produção menor, nós passamos a ter acesso ao produtor e podemos cobrar deles o respeito que nós concordamos que o animal merece.

    • Noêmia

      Concordo totalmente com você. Inclusive os animais são tbm alimentados com soja, além de todos os hormônios para engordar/dar peso artificial aos animais. Isso tudo é repassado para quem come carne. Talvez por isso estejamos tão tendentes a obesidade.
      Raríssimamente como carne e nunca como soja, mas vejo a transgênia como uma grande evolução, visto que dispensa o uso de inúmeros pesticidas e herbicidas.

      • Noêmia

        concordo que é melhor comer soja do que comer animais, minha resposta foi postada abaixo de um comentário diferente do que o que quis responder. Francamente!!!!!!!

        • Acho que não existe dúvida ética que comer carne é ruim. Assim como não existe dúvida científica de que comer carne é natural, nutritivo e recorrente no processo evolutivo.

          • livia

            sorry, mas para mim evolutivo é não comer nenhum animal… estamos ingerindo morte, e morte dolorosa, com sofrimento.

          • Não me resta dúvidas das implicações éticas, Lívia. Assim como não me resta dúvidas a respeito da nossa alimentação primitiva e da sua eficiencia na manutenção da saúde, longevidade, boa forma e bem estar. Porém esse debate é sim válido. Cada um pode optar por fazer aquilo que acha cabível. tenho certeza que se tivéssemos uma discussão ampla sobre isso, conclusões melhores já teriam sido tomadas pela sociedade.

      • Kethlyn

        O açúcar é o responsável pela obesidade e síndrome metabólica!
        O açúcar (carboidrato) é o único macronutriente q nosso corpo não precisa.
        O açúcar é tóxico!

        • I am Geosh and I approve this comment. (Eu sou o geosh e eu aprovo esse comentário)
          =)

          • Luciane

            Puxa Livia então coitado dos Leões, Tigres e Leopardos devem ser muito doentes porque só comem morte dolorosa!!!!

    • Cada um paga um pouco do preço da civização, Jaqueline. Uns mais, outros menos.

      • Jaqueline

        Se fosse NATURAL, caçaríamos e devoraríamos a carne fresca, não a compraríamos em potinhos bonitos e temperaríamos com os temperos mais gostosos, além de assá-la ou fritá-la até deixá-la no “ponto”. ISSO não tem naaaaaada de natural, não tem nada de sobrevivência. É gula, é vaidade, é mania de se sentir superior aos outros seres. Sem mais 🙂

        • Como você bem frisou, Jaqueline, seria sim natural consumir alimentos crus. Nem sempre nossos ancestrais podiam se dar ao luxo de cozinhar. Embora nós no mundo moderno não tenhamos no geral nem condições nem paladar pra consumir alimentos crus, fisiologicamente seria sim uma nutrição superior. Portanto, graças aos nossos ancestrais e ao consumo de carne geralmente crua, podemos hoje ter essa discussão.
          Por outro lado isso não tem nada a ver com o respeito ao seu alimento. Que os animais que consumimos merecem condições dignas de viver e de serem abatidos de maneira instantânea e indolor, isso é indiscutível. Isso não só os beneficia, beneficia o ambiente por acabar forçando uma produção mais equilibrada e sustentável, e nos beneficia por gerar um alimento mais saudável.

          Acredito que esse deveria ser o paradigma, até que eventualmente a humanidade encontre maneiras mais eficientes e éticas de produzir proteína.

          • Teresa

            É trocar seis por meia dúzia dizer que comer carne é errado porque mata um animal, mas não se preocupar com os trabalhadores que ganham centavos pelo cultivo de soja e outros alimentos.

            O que é pior? Um animal morto ser sua refeição ou um ser humano ser humilhado e explorado?

            E o tênis da nike que as pessoas usam para ir para a academia (para serem saudáveis), mas que foi feito com trabalho escravo infantil nos países do leste asiático?

            Há tantos males por aí, tantas práticas perversas que nem podemos imaginar. Acho que o melhor é tentarmos salvar o mundo da melhor maneira que podemos.

            Comprar alimentos em pequenas conveniências, feiras etc. Comprar roupas sem marca, preferir comprar o tecido e pagar uma costureira. Não jogar lixo na rua, economizar na água.

            Cada um ajuda como pode. Eu não como carne, mas acredito que muitos dos que comem têm diversas formas de ajudar (e o fazem) até mais eficientes do que quem fica comendo soja e apontando dedos (sem generalizar, claro!).

          • Concordo com você, teresa. Inclusive acho que o consumo responsável de animais(produzidos por pequenos produtores que tenham consciência da importância do que fazem) é parte desse processo, até que uma outra alternativa se torne viável =)

        • Ane

          E vegetarianos se sentem superiores aos “comedores de carne”. Que vantagem maria leva?
          Sim, afinal, vegetarianos são seres mais iluminados porque eles são seres que têm empatia e pena dos pobres animaiszinhos…

          Nenhuma outra pessoa, que não seja vegetariana pode sentir o mesmo, né…
          Arght, odeio esse pensamento de vcs…

          • Ane, Embora eu concorde com você eu entendo a indignação dos vegetarianos. Eu acredito na evolução através da seleção natural, e acredito que seja natural pra nós comer carne, mas também acredito que deve existir um extremo respeito nosso com o planeta e com TODOS os seus habitantes. Acho que é imperativo uma postura de respeito com os animais, que eles tenham uma vida tranquila e um abatimento rápido, digno e indolor. Em parte a indignação que eles sentem é a mesma indignação que a gente sente em relação a indústria alimentícia quando essa falta com o respeito.

  • Jaqueline

    Aliás, foram citadas 5 fontes que corroboram com a má fama da soja, mas, da mesma forma que é fácil encontrar os contras, também é fácil encontrar fontes que defendam os prós. Este artigo abaixo cita 18 fontes ao final:

    http://www.solae.com.br/~/media/Files/pt-BR/Qualidade%20da%20Proteina_PORT.pdf

    • Zé Neném

      Mas também pegar artigos a favor da soja nessa solae é o mesmo que pegar artigos a favor da pedofilia no site da associação intergaláctica dos pedófilos.

      • Felippe

        “A Solae é líder mundial no desenvolvimento de tecnologias e ingredientes à base de soja.”

      • kkkkkk

    • Felippe

      Jaqueline, para não estender muito, repare nas datas das 18 referências usadas no artigo que você postou. A grande maioria delas tem mais de 10 anos.. e algumas mais de 20…. o mundo muda, a ciência muda, as ideias mudam…

      • Jaqueline

        Eu sei que a empresa desenvolve soja…rsrs e tbm entendo que isso, à primeira vista, torna duvidoso, mas os artigos das referências não foram escritos por eles. E a questão da data é complicada mesmo, mas tbm tem as fontes mais recentes, não discordo deles por não terem descartado os estudos mais antigos.

  • Carlos

    Rodrigo,
    Estou muito surpreso com a noticia desse artigo. Nao tenho consumido soja faz um tempinho, sempre a vi como um dos alimentos mais saudaveis. É bem confuso, nós estamos acostumados com o que a mídia nos mostra, e acreditamos nisso. Mas pelo que li no artigo, sei que o assunto é bem sério, e se não tomar minhas medidas agora, posso arcar com consequencias sérias depois.

    Obrigado pelo artigo.

  • Ednewton Xavier

    Excelente matéria!
    Sugestão:Seria bom vocês focarem também que alimentação saudavel deve incluir produtos alcalinos e que a noite devemos comer produtos alcalinos indutores do sono para otimizar a produção hormonal.

    • Ótima sugestão, Ednelton! Alcalinizar é excelente pra evitar viroses, doenças e bactérias. Vou pesquisar mais sobre a indução da produção hormonal!

  • Lucélia Moretão

    Olá Rodrigo!

    Ouvi dizer que há soja no hamburger!!! Eu e minha filha de 15 anos, consumiamos muito.
    Descobrimos a 3 meses que estamos com hipotireoidismo. Aí fica a dúvida!!!
    Isso é verdade ?
    Parabéns pelo assunto interessante, isso contribui para nossa saúde!!!

  • adalgiza

    É lamentavel, mas quase tudo que consuminos hoje está de certa forma contaminado, de uma forma ou de outra,
    Se a gente ficar muito bitolado , indo por tudo que sai na internet ou outro meio de comunicação, agente tá frito,
    desse jeito a não pode comer mais nada.
    A minha politica é: não é a qualidade, mas sim a quantidade que ingerimos.

    • Existe uma tendencia mundial pra produção de alimentos locais e organicos, Adalgiza. Pode ser a solução!

  • Tatiana Rohricht

    Graças ao maravilhoso clube exclusivo do Emagrecer de Vez eu ja sabia sobre a soja!!!
    O pior é que fui alertar a minha mae, que tem começado a consumir a soja depois que falaram pra ela que é bom pra menopausa, e ela me chamou de chata, disse que eu to ficando neurotica com essas coisas ¬¬

    • Somos dois neuróticos, Tati. ou 2800 se você considerar todos os membros do clube hehehe

  • Ana

    Fala sério, Rodrigo, que o que vc propõe não é dieta! Não pode fruta, não pode grãos, não pode leite. Iogurte, talvez. Pão, nem mesmo integral. Soja é uma vilã, trigo é pior que cocaína. Desculpe, o que vc propõe é um emagrecimento pelo mais absoluto tédio alimentar. Acho que nunca vi uma dieta tão restritiva (fora aquelas tipo da lua ou da sopa). Aliás, essa dieta de “salada com carne” já era prescrita há 20 anos atrás pelos médicos e é comprovadamente um “prato cheio” para o efeito rebote (com perdão do trocadilho). Pelo menos, na época dessa dieta, os lanches eram mais criativos, não consistiam só de nozes e castanhas…
    Sério, estou indignada. Vc pode vetar meu comentário, mas faço questão que pelo menos vc saiba o que estou pensando dessa história toda.

    • Kethlyn

      Ana,

      O Rodrigo só retratou a verdade.
      Não encaro isso como uma dieta, mas sim como estilo de vida.
      Emagreci 12 Kilos comendo pão integral, mel, leite desnatado, clara de ovos, batata doce e peito de frango, mas depois que conheci o emagrecer de vez eu vi que eu posso ser mto mais saudável abolindo o trigo e outras coisas.
      Minha alimentação mudou mto, eu como bacon com ovos e café com creme de leite no meu café da manhã. E quer saber? Sou mto mais feliz!
      Esta é uma opção minha! Pq antes de um corpo bonito, quero uma saúde belíssima.
      A ideia de abolir tais alimentos é evitar doenças que estão matando a humanidade atual.

      • Ana

        Kethlyn,
        essa indústria (alimentar, de dietas) é cheia de interesses contraditórios, e mesmo pesquisas que saem em revistas indexadas tem que ser vistas com muito cuidado. Fazer afirmações polêmicas e contra-intuitivas é também uma excelente maneira de se sobressair no mercado milionário das dietas, mas não quer dizer que elas sejam sempre verdadeiras.

    • Jaqueline

      Olha…eu sei que cada um tem total direito e liberdade para procurar a informação que quiser e, quando algo não lhe agrada, é só ela partir “pra outra”, mas vendo esse seu comentário não pude deixar de comentar para concordar… Quando eu conheci o site, eu li como leio diversas outras matérias (sobre funcionamento do organismo e funções dos alimentos, não exatamente matérias sobre dietas) e achava interessante alguns artigos que explicam o funcionamento para produção de massa muscular, queima de gordura, essas coisas, mas confesso que me decepcionei depois de um tempo depois de perceber que era apenas mais um que dizia o que tantos já vem dizendo… carne, salada e leguminosas… porcaria só se for uma vez por semana. Pra quem costuma ler muito sobre alimentação e vida saudável (em fontes confiáveis que não sejam revistas da moda) é a informação mais espalhada atualmente e não tem nada de exclusividade ou novidade nisso.

      • Kethlyn

        Eu sigo evidências!
        Partindo do pressuposto de que a carta está infectada, logo vc tb não come salada neh?! Pq estes as hortaliças tb podem estar contaminadas de pesticidas.
        A ideia do site é só orientar.
        Siga quem quiser!
        Um dogma ñ é quebrado da noite para o dia!
        Quem comer soja, coma, quer fumar cigarro orgânico, fume.
        Cada um faz o que quer da sua vida e seja feliz…

        • Jaqueline

          Hein?

        • Jaqueline

          Eu acho que vc estava querendo se referir ao meu outro comentário…que está mais acima. Caso seja isso mesmo, digo pela terceira vez: “se é para comer alimentos “envenenados” eu prefiro escolher os “venenos” que não vieram da morte de nenhum ser.” E eu sei que cada um tem liberdade para seguir apenas se quiser, inclusive falei isso no meu comentário, não to dizendo que vou processar alguém por “obrigar” a comer certas coisas, estou apenas exercendo liberdade de expressão.

          • Kethlyn

            OK!

          • Pra que consumir alimentos envenenados? Existe uma tendencia mundial de produção de Alimentos de forma local/orgânica. Acredito inclusive que se não aderirmos a essa tendência agora, de maneira global, não conseguiremos nos alimentar em algumas dezenas de anos.

      • Ana

        Oi, Jaqueline,
        Tb não costumo entrar em polêmicas em blogs, mas estou verdadeiramente indignada com esse site. O cidadão faz terrorismo com 70-80% dos alimentos que consumimos, propõe uma dieta altamente restritiva, e vem falar em “estilo de vida”. É como você disse, “mais do mesmo”, com uma roupagem de novidade polêmica e teorias conspiracionistas para atrair a atenção. Acho uma irresponsabilidade tremenda, sair condenando tantos alimentos e propor uma restrição alimentar tão severa como essa para as pessoas.

        • Kethlyn

          Concordo Ana,
          Ir contra alguns princípios parece chamar mto a atenção.
          Eu por exemplo fiquei horrorizada qdo vi que o leite de vaca não era propício para a maioria dos humanos.
          Eu estava em uma dieta ótima, mas ainda consumia leite e derivados, porém, eu tinha mtaaas espinhas, pesquisei e decidi tirar o leite, resultado… pele de pêssego..
          Vi tb através de uma pesquisa do Dr. Cordain que populações de estilo de vida tradicional (índios, esquimós, aborígenes, etc), não sabem o que são espinhas.

          Então, a ideia é ir testando, pode ser (caso raro) que vc tolere bem o trigo, leite…. e teu corpo não demonstre nada, porém não é isso que acontece com maioria da população.

          Um dia um médico me disse: Qdo a medicina (teoria) falar mais alto do que o bem estar do paciente, eu largo a profissão.

          Eu olho para trás e vejo que o que mata a população é o entupimento de produtos industrializados, logo, qto mais natural (por ordem evolutiva) comermos, melhor.

          Diante de disso peço que me mostre artigos sérios, pesquisas randomizadas que digam o benefício da soja, porque ainda não encontrei.

          • Ana

            Kethlyn,
            concordo com a ideia de que o grande vilão são produtos altamente industrializados, por isso restrinjo ao máximo o consumo desse tipo de alimento. O problema é que por aqui se condena não só a soja, mas praticamente tudo que comemos. Grãos, trigo, leite. Nem as frutas escapam. E esses não são alimentos altamente industrializados!
            Acho engraçado alegar que o problema é que esses alimentos evolutivamente não foram feitos para serem comidos. Os bois e frangos por acaso foram? Evolutivamente falando, não faz sentido que ovos sejam o “melhor alimento do mundo”, porque as galinhas também precisam proteger a sua própria espécie.
            Enfim, poderia continuar a pontificar sobre as incoerências dos artigos deste site, mas são muitas.
            Ah, sim tomo bastante leite e não tenho espinhas, elas só aparecem quando exagero nas gorduras, mesmo que venham de nozes.
            Não me considero qualificada para avaliar pesquisas nessa área. Mas sei que a área de saúde em geral é altamente problemática, por envolver muitos interesses econômicos. Interesses aliás, aos quais os autores do site não estão imunes.

          • Ana, do ponto de vista evolutivo, os bois e frangos não foram feitos pra serem comidos. Nós é que evoluímos pra consumí-los. No caso dos grãos e etc, nao tivemos tempo o suficiente pra uma adaptação metabólica. Definitivamente temos nossos produtos, que vivenciamos e vendemos aqui no site, baseado no que acreditamos, não no que nos pagam pra vender. Mas se começarmos a falar bem da soja por aqui, saiba que definitivamente nos compraram por alguns bilhões de dólares, hehe.

        • Kethlyn

          Ana,

          Eu sigo o estilo de vida de dieta paleolítico (período antes da agricultura, há 10.000 mil anos atrás) e pelo que entendi este site também, motivo este que tanto me identifico.

          Não foram os animais que evoluíram para nosso consumo e os grãos não.

          Na realidade, desde os primórdios da humanidade, o homem caçava, comia carne c/ gordura e vegetais.

          Contudo, é nesta dieta à qual nossa espécie está geneticamente adaptada, assim como da mesma forma que estamos geneticamente adaptados à gravidade da terra, à concentração de oxigênio da nossa atmosfera, à temperatura do nosso paneta, pois estas são as condições que estavam presentes durante a nossa evolução.

          Imagine, se leões e passassem a comer legumes, grãos e lhes tirar a carne, eles adoecerão e se isto continuar, a espécie ficará propensa a extinção.

          Com o advento da agricultura as frutas passaram a ficar mais doces, pq foram alteradas, as frutas não são proibidas, são apenas estrategicamente colocadas na dieta, e as mais doces como maçãs não são as mais recomendadas no emagrecimento, pq possuem mto açúcar.

          Laticínios para pessoas que não apresentam intolerância, nem alergia, não são problemas.

          A ideia é prevenir as inflamações que são causadas pelos carboidratos ao qual não estamos adaptados, somente isto..

          • Kethlyn, Interessante você tocar nesse ponto. Li esses dias um artigo sobre o aumento de obesidade em animais domésticos alimentados com rações baseadas em grãos. Aparentemente a tendência é a mesma. Subnutrição do organismo e acúmulo de gordura.

          • Kethlyn

            Geosh, não apenas a obesidade, os animais domésticos estão tendo doenças que nós humanos temos, como diabetes e câncer.
            Na minha humilde opinião, quer tornar seu cachorro saudável, dê-lhe carne e gordura, apenas, ele será mto mais saudável e feliz.. hummm..

          • Sim! toda essa discussão é sim muito válida, afinal, precisamos de uma solução a longo prazo pra sustentar a humanidade como um todo.

        • Ana, cada um aqui é livre pra tomar as decisões alimentares que bem entender. Eu por exemplo acho uma irresponsabilidade tremenda condenar uma parcela da população tão grande a obesidade, diabetes, ataques cardíacos e uma vida que não pode ser vivida plenamente por disfunções alimentares. O que oferecemos aqui é uma alternativa que você pode testar e tirar suas próprias conclusões, nem mais, nem menos.

    • Essa dieta de “salada com carne” foi a base da evolução humana, Ana. Evoluimos e prosperamos, nosso cérebro aumentou. Consumíamos basicamente plantas, e carne, o mais gordurosa possivel. Do ponto de vista comportamental ela é sim muito questionável, inclusive de maneira ética. Do ponto de vista gastronômico eu descordo. Inclusive tenho me interessado muito mais por gastronomia por que percebi que não precisa ser só nutritivo, pode ser interessante e delicioso. Já do ponto de vista fisiológico, acredito sim ser a melhor dieta possível pra um ser humano, principalmente os que tem seu organismos extremamente danificados e distorcidos pelo consumo de carboidratos. Mas cabe a cada um encontrar o que é confortável pra si, não é?

  • Paula

    Eu tenho 15 anos, cresci tomando leite de soja e comendo derivados, pois tinha alergia a leite animal. Tenho hipotireoidismo?
    Não, muito pelo contrário.
    Mas mesmo assim, não estou livre das consequências negativas. Ninguém até hoje conseguiu explicar a minha falta de força muscular, meu sistema imunológico não é grande coisa, eu não cresci em estatura o quanto era pra crescer, minha alergia, ao contrário da do meu irmão, não desapareceu com o tempo e tive problemas menstruais desde a minha primeira menstruação.
    Será que foi por causa da soja? Estou consumindo cada vez menos.

    • É possivel, Paula. As pessoas as vezes confundem a necessidade comportamental(substituir um leite por outro) da necessidade fisiológica?(suprir os nutrientes que você adquiriria no outro alimento). Não precisamos de leite, nao precisamos de fruta, nao precisamos de grãos. Precisamos de proteínas, gorduras boas, carboidratos de verduras e legumes e seus minerais.

  • Ana Paula

    Reforço o pedido acima. Dicas para vegetarianos!

    • Jaqueline

      Já sugeri isso…mas pelo que eu entendi, os produtores do site não concordam com a filosofia vegetariana, por isso não investem nestas dicas.

    • Luciane

      Acho que deveria procurar sites que pregam alimentação vegetariana!!! Se aqui eles recomendam consumo de carne acho que contra o seu princípio.

    • Lene

      Sou vegetariana: não como carne nem peixe! Desde que conheço o vosso site tento incluir sempre proteína nas minhas refeições, para isso comecei a comer ainda mais ovos e mais soja. Como ovos ao pequeno almoço e soja (texturizada ou tofu) ao almoço e jantar.
      Agora com estes problemas associados à soja, restam-me apenas os ovos…. será que não existem outras opções?

      • Lene, de fato as opções de proteinas de alto valor biológico que não sejam de origem animal, não são naturais. Eu consideraria o uso da albumina como forma de suplemento.

  • Taiane

    Rodrigo e Geosh, quando li esse artigo imaginei que geraria polêmica, mas não tanto assim… acompanhando!
    Abraços!

    • Taiane, as frutas são piores. Há um bom tempo Rodrigo e eu concordamos que nao existe nada mais honesto do que procurar a verdade, a despeito das crenças e preferencias de cada um. E Vamo que vamo!

    • Ademir

      Imagine então Tatiane o dia em que eles falarem do microondas (ou forno de radiação), e todos seus efeitos antinutrientes ai sim vc vai ver polêmica…rsrsrs!!

      • Meu microondas estragou, Ademir! Vou dar uma pesquisada pra ver se vale a pena consertar ou não, hehe

        • Teresa

          Compra um forninho elétrico!

          Demora 10mns para esquentar comida congelada ao invés de 1mn do microondas, mas fica uma delícia (:

          • Realmente, as coisas no forninho ficam uma delícia, Teresa!

  • Edneide Jacinto

    Olá Rodrigo… parabéns e obrigada pelo artigo. me ajudou bastante pois eu achava que a soja era tudo aquilo mesmo. Agora sei a verdade obg.

  • Kethlyn

    Ótimo post Rodrigo!
    Mais uma vez vem reforçar a enganação que é a soja.
    Um alimento rico em antinutrientes que a indústria e governo socam no povo.

  • Mi

    Olá Rodrigo, acabei de ler a sua postagem sobre a soja e tou aqui pensando… tou aqui pensando pq eu como a Clara que deu o seu depoimento acima, tomei leite de soja preparado diariamente pela minha mãe durante muito tempo… ela dizia até que a soja foi o que me salvou pois ela não tinha leite para mim e eu tinha também intolerância a lactose… no meu caso foi o médico, o meu pediatra na época que receitou o leite de soja feito em casa para mim… só que depois quando maior, eu comecei a engordar muito, e até hj tenho muita dificuldade para emagrecer quando quero, sendo que fui uma criança magra até os 9 anos de idade…só que depois da soja tudo mudou! A minha mãe tinha levantado a hipótese do meu organismo ter mudado por causa da soja, pois a filha do meu pediatra da época tb recebeu o mesmo tratamento a base de soja por bastante tempo como eu e tb depois de um tempo virou uma criança bastante acima do peso! Minha mãe associou as coisas, mas eu achava que era besteira, que não tinha nada a ver, mas depois que li a sua postagem, comecei a pensar que talvez essa overdose de soja que recebi na infância tenha realmente modificado o meu organismo… O que vc acha? A soja realmente poderia fazer isso com o organismo de uma criança que a está consumindo por um bom tempo diariamente? O que fazer agora? Posso estar ainda sofrendo as consequências disso até hj? Um grande abraço e parabéns pelo site, Mi.

    • Eu acredito que sim, Mi. Obrigado!

  • Lucy

    Será que o miso que ele escreveu não é o missô ? aquela pasta de soja muita usada para fazer sopas?
    Eu tô querendo trocar o óleo de soja por coco ou azeite de oliva, mas já li que o azeite não é bom para refogar os alimentos pois ele satura muita fácil por ser mais fino. O óleo de coco não sei se acontece o mesmo, mas ele é bem caro né.. 🙁

    • Lucy, O Óleo de côco é ótimo pra cozinhar, sim. Mas a idéia é: aonde é que realmente precisamos de usar óleo pra cozinhar, que nao podemos adicionar o óleo depois? Por exemplo, eu adiciono azeite ou manteiga aos meus vegetais depois que eles jã estão prontos, por exemplo.

      • Lucy

        Ah eu sempre começo meus refogados (legumes, lasquinhas de frango) refogando uma cebola por exemplo..

        • Entendo! Nesse caso utilizar uma gordura saturada seria melhor, ao meu ver.

  • vania

    Trato com endocrinologista e tenho hipotireoidismo, e assino embaixo por tudo o
    que disse no artigo.
    A soja ela inibe a absorção de muitos nutrientes do que comemos, é uma praga
    na alimentação.
    Um forte abraço!!!

  • mariluce

    nao comprei o livro ainda mais sigo todos o seus artigos que entendo como joia para minha vida tinha 99.5 agora estou com 90 mais agora esta bem lento preciso chegar a 70 por questao de saude mesmo, tenho 53 anos e sempre lutei com o peso ,mais te agradeço muito obrigado

  • Renato Manga

    VEJA O BLOG DO DR. VICTOR SORRENTINO. POSTEI LÁ NO ARTIGO SOBRE A SOJA, O DESASTRE Q É O CONSUMO DE SOJA PARA O HOMEM,POIS, TEM FITOESTROGÊNIO. SUA PRÓSTATA AGRADECE.

    • Ademir

      Verdade Renato, e nesse não tem “tomate’ que salve!!

  • silvana

    onde moro tem tudo isso e muito mais,mas só vou de misso de sopa:missoshiro,tofu,shoyu:molho,nato nimguem merece mas dizem que é bom,mas soja nem é gostozo mesmo entao nem sinto falta.

  • Julio Cezar

    Rodrigo,

    É uma pena a quantidade de pessoas desenformadas e sites especializados de musculação e afins, inclusive diversos profissionais da área de nutrição, que propagam os grãos como dieta. O que você me diz sobre isso ?

    • Julio, Todos nós somos vítimas do que nos foi apresentado como alimentação apropriada. Isso literalmente não exclui ninguém. Afinal de contas, não estamos todos tentando fazer o melhor com o que nos é dado? Por isso, não acredito que as intenções sejam ruins.

  • Lis

    Rodrigo…
    a verdade é que existe uma porção muito grande de alimentos “ruins” no mercado não é verdade?
    O trigo é ruim pq contém o glúten que é altamente alergênico, e vi ontem que tem uma grande porção sendo geneticamente modificada também nos EUA…a soja é ruim…o leite ta ruim também pq se formos analisar a forma que são produzidos vamos descobrir alguns artigos falando que tem pus na sua composição por que as vacas são forçadas a gerar leite (fora de época e toda a hora) e isso deixa a região inflamada fazendo com que saia pus e leite ao msm tempo… E nem preciso mencionar o que isso pode causar em nosso corpo ao longo do tempo…
    As carnes em geral estão infectadas… pois além do alto índice de cortisol gerado pelo stress no animal antes de morrer, a alimentação deles já não é uma alimentação natural, muitos deles comem coisas que nem nós deveríamos comer..mas acabamos ingerindo de “segunda mão” através da má nutrição desses animais…os peixes também que vem de águas poluídas, comem larvas ou vivem de ração…
    Enfim… se for pensar direitinho bate uma baita depressão…dá vontade de ir morar no interior e plantar a própria horta e só comer dela… e ter sua própria vaquinha e tomar do leite que ela der…
    Pq a globalização ta fazendo com que a nutrição realmente saudável fique cada vez mais difícil…
    Cada vez que descubro algo fico mais deprimida…

    • Ana Avelino

      Meu Deus Lis !! Li isso e fiquei realmente deprimida! Perco o apetite só de pensar…

    • Parabéns, Lis, Você consegue enxergar não só a realidade, como as tendências e as oportunidades de se viver uma vida melhor. Realmente fizemos enquanto espécie escolhas que acabam por prejudicar a todos. Mas podemos mudar, não é?

  • Ana Avelino

    Ola Rodrigo e Geosh, ótimo artigo!! Eu particularmente achava q a soja era um alimento fabuloso e não fazia idéia dos malefícios que esse grão poderia causar ao organismo. Só lamento pq eu adotava o hamburguer de soja como uma alternativa saudável e saborosa… agora neeem pensar…rsrs
    Enfim, gostaria de fazer uma sugestão para outro artigo aqui do site, ha algum tempo passamos a consumir aqui em casa o ARROZ NEGRO, que alem de delicioso (o que a minha mae faz fica perfeito) é super nutritivo (mais até do que o integral) e pouco conhecido…

    • Hamburguer bom é acém moído, de gado de pasto, feito por você mesmo, Ana. a gordura dá a liga. A maioria dos hamburguers de caixinha tem uma série de ingredientes além da carne. Já pesquisou o índice glicêmico do arroz negro?

      • Ana Avelino

        Eita!! Não procurei não!! Pq??? 🙁

        • Porque é baseado nisso que você vai descobrir se ele tem impacto no seu emagrecimento, ou não.

          • Ana Avelino

            ah ta!!! vou pesquisar!! achei q vc fosse me dizer que já tinha pesquisado e que o índice glicêmico era pior do que o da batata rsrs. Fiquei com medo!! Vou ver direitinho mas só tenho lido coisas muito boas…

          • Me conte quando souber, Ana =)

  • Ricardo Tanabe

    Cada vez mais admiro a alimentação dos japoneses, espero q eles tenham mantido as tradições. Mas o arroz eles não dispensam e dalhe gohan.

    • Verdade. Eles tem também um baixo consumo de alimentos processados. Mas acredito que se tirassem da alimentação deles as gorduras boas, todos os japoneses seriam obesos mórbidos, Ricardo!

  • Ágata Cristina

    Eu esperava por este artigo a um tempo…rsrs
    Depois que li o livro do “Emagrecer” comecei a procurar um pouco mais sobre a soja e realmente achei artigos que apontam que a soja tenha mais coisas ruins do que boas.

  • Paula

    Olhei pro pacotinho de leite de soja na cozinha e me lembrei deste artigo. Estou sem consumir soja desde domingo, vou eliminar por mais um mês e depois conto os resultados.
    Fiz leite de amêndoas hoje de manhã e é bem melhor do que o de soja, bem menos enjoativo, não fede e parece ser muito melhor pra saúde também. Sacia mais, e se a gente não coar, ainda tem as fibras…

    • Eu gosto bastante do leite de amêndoas, Paula! Acho que é unir o útil ao agradável sim!

  • monica marques da silva

    só para registrar pessoal “o homem é o unico mamifero que toma leite a vida inteira” !!!!!!!!!!!!!! e aí?

    • Verdade, Mônica. as taxas de intolerância são muito altas.

  • Ingrid

    Que alivio, não gostava de soja mesmo!!!
    Estou precisando de orientação em relação a Whey: nas lojas encontrei muitas marcas, as que tem preço mais acessível não são puras, tem proteina de trigo e maltodextrina. Pergunto: ela continua sendo eficiente? E a albumina é uma opção?
    Obrigada

    • Ingrid, Acredito que uma whey concentrada ou isolada seja melhor desde que não tenha mais nada. Não vejo mesmo proteína de trigo como uma boa opção. Albumina é sim uma opção pra suplementar refeições por exemplo, quando você não puder consumir uma fonte mais significante de proteínas, ou antes de durmir por exemplo.

  • izadora

    Estou com uma dúvida cruel,estou com anemia,e a médica me recomendou comer muita beterraba,pois os suplementos,como diz o nome é suplemento,o principal seria melhorar minha alimentação,até ai ok,me mandou comer feijão,que adoro,e dentre outras coisas beterraba
    mas odeio beterraba,prefiro o suco,só que o povo fala que ao processar as verduras perde-se nutrientes,o que fazer isso é verdade? se perde nutrientes? como devo preparar meu suco?

    • Desde que você faça o suco da beterraba cru, não vejo como possa perder nutrientes, Izadora.

  • marcia

    Geosh e Rodrigo…quanta polêmica hein…meu Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!faz 3 meses que estou seguindo o site… e só tenho bons resultados, a compulsão alimentar melhorou muito,me alimento e fico saciada,leve ,muito bem. A anos tentando me reeducar e só agora sinto que encontrei o caminho certo,um dia na semana como besteiras e mesmo assim me sinto bem…agora vamo que vamo!!!!!!!!!!!!!Muita força e sorte pra vcs…não se abalem com pessoas que são do contra…precisamos de vocês… Um grande abraço,mil beijos pra vcs…

    • Olá Márcia! Realmente os ânimos ficam exaltados com alguns artigos. No passado já até tentamos evitar falar de coisas polêmicas, como é o caso das frutas, mas não podemos negligenciar algo que dá resultado indiferente do que as pessoas pensam, né? Por isso hoje a nossa postura é a de falar o que temos que falar indiferente da reação. Mil beijos pra você também =)

  • Natalin

    Meu filho é alérgico a lactose, leite de soja desde sempre =(

  • Angela

    Bom dia, pela primeira vez acessei este site e me surpreendi com tantos comentários. Bem, sei que a soja para o câncer não é mesmo recomendada
    pela alteração hormonal que produz no organismo. Lembrem que os médicos estudam nutrição apenas em um semestre dos 6 anos de curso, dentro
    da disciplina de Endocrinologia e, a respeito mesmo dos alimentos nada é visto… infelizmente. Sou também vegetariana, e, o consumo combinado de
    arroz integral com qualquer leguminosa (feijões de todos os tipos, lentilha, ervilha e grão de bico) proporcionam uma proteína de excelente qualidade.

    Quanto a “alergia” a lactose, não é alergia, é intolerância. Lembrem que existe no mercado vários leites deslactosados ou com baixo teor de lactose.A
    Abraço

    • Bem-vinda, Angela! De fato, o entrave é que o consumo do arroz, mesmo integral, vai ter um impacto negativo no emagrecimento da maioria das pessoas, o que faz com que uma solução acabe ficando, de certa forma, no caminho da outra. No geral sim, a alergia no leite é a Caseína S-1, e embora existam os produtos com baixa lactose, não existem produtos que diminuam a alergia ou a intolerância a proteína do leite. Ao meu ver isso não faria sentido, também! Abraço!

  • godtaria de uma orientaçao o meu cafe e assim pao integral margarina e queijo almoço salada legumes e carne lanche da tarde um cha e jantar a mesma do almoço faço reeducaçao alimentar e tomo biomag faz um mais ou menos e nao emagreço ja adquiri seu livro e peço orientaçoes obrigada

    • Sandra, acredito ser uma boa que você troque a margarina por manteiga, insira uma fonte de gorduras boas no almoço e no jantar, e se possível no lanche também. Tive a impressão de que sua alimentação é pobre em gorduras boas e é hipocalórica.

  • Paula

    Eu disse que ia passar um mês sem soja e contar os resultados depois, mas acabei indo além e vou contar a experiência aqui.

    Passei maio sem nadinha de soja. Nada mesmo, nem produtos com traços de soja eu comprava. E de meados de maio até quinze dias atrás, eu tinha cortado o glúten também.
    Bom, uma semana depois que eu cortei a soja, já senti um ligeiro aumento na minha força física e um pouco mais de disposição.
    Na segunda semana, parei de ter sintomas que me incomodavam desde muito criança: rinite, congestionamento nasal, constipação…
    Dai em diante, notei também que minha massa muscular aumentou um pouquinho, antes eu tava só no osso (sim, eu acabei emagrecendo demais e tenho muita dificuldade pra ganhar massa) e agora alguns músculos já estão aparecendo.
    Como eu estava muito neurótica com a questão do glúten também, resolvi reintroduzir pra ver se ia me dar problema e ver se ela era o culpado pela constipação e a soja só potencializava. Supresa, não era! Pra minha surpresa, parece até que meu intestino melhorou. Depois eu fui pesquisar mais e descobri que 3% das pessoas são celíacas e 29% têm alguma intolerância mais branda ao glúten. Parece que eu não faço parte dessa população (mas eu não me entupi de trigo também, comecei com um pouquinho de aveia de manhã e dias fatias pão integral feito em casa posteriormente).
    Depois eu voltei a tomar leite de soja por uma semana e os sintomas ruins voltaram. E como o leite de amêndoas acabou me dando problema também, resolvi desistir e fazer o luto do leite. Nunca mais vou gastar os tubos com antialérgicos e descongestionante nasal! o/
    Durante esse período sem soja, perdi um quilo e meio DO NADA, perdi algumas medidas e até comecei a ter sintomas de desnutrição, como frio excessivo, cansaço e indisposição. Não recuperei o peso, mas foi só comer mais comida de verdade e um pouquinho de massa (não sou de ferro também rs) que eles sumiram.
    Sinceramente? Foi um alívio ter descoberto as consequências da soja no meu organismo e me livrar delas de vez. Foi bom também ter descoberto que glúten não me causa problemas, agora posso comer pizza no cheat day sem me preocupar se vou passar mal depois!

    • Ei Paula! Interessante demais seu relato! Eu sou muito a favor desse experimentalismo, de ver como seu organismo reage aos diversos alimentos, sempre com bom senso. Existem pessoas que se adaptam até a uma dieta high carb e low fat sem engordar em excesso ou ter problemas de saúde. Mas pra isso, é necessário conhecer bem o funcionamento do seu próprio corpo e como ele reage a cada alimento. Como você é bem magra, nem sempre as coisas por aqui são pra você né? hehehe. Mas você pode se beneficiar do mesmo jeito, desse processo =) Principalmente pra ganhar peso e massa muscular!
      Abraços!

      • Paula

        Sim sim 😉
        As dicas pra ganho de massa muscular são ótimas e realmente funcionam.
        E eu aprendo muito lendo os artigos daqui. Não só pela minha saúde, mas a minha primeira matéria em biologia esse ano foi sobre alimentação e eu gabaritei quase todas as provas haha

        • Haha! Bom demais, Paula! Você é sempre muito bem vinda aqui =)

  • Robson Nunes da Silva

    Acredito que as melhores opções são o tofu, o tempeh (queijo de soja fermentado), misso e shoyu prá (para aqueles que não precisam reduzir o sódio na dieta). Agora, tbm concordo com muitos aí em cima que criticam essa opção pela soja e comem carne, frango ou porco. Gente, 90% da soja que se produz no mundo (hoje a maior parte transgênica) já tem destino certo: fábrica de rações. Rações para aves, bovinos, ovinos, equinos, etc… Então, comer carne é como comer soja (talvez até pior), porque além da soja que se come indiretamente, vc está também comendo anabolizantes, antibióticos e fertilizantes. E não nos iludamos: a indústria de alimentos (que trabalham com carnes, ovos e leite) não estão nem aí para o sofrimento dos animais. Mesmo aquelas que dizem produzir alimentos kosher. O que a indústria quer é dinheiro. Só isso. E mais: Dizer o contrário é má fé ou falta mesmo de informação. Outra coisa: carne de vaca orgânica? Difícil, viu gente! Autoilusão.

    • Robson, isso é verdade, com exceção do tofu que no geral é processado, sem fermentação. Mas carnes orgânicas por aqui são bem mais fáceis de conseguir. No geral a produção frigorífica no sul do país é quase toda grass fed. Depois veja o artigo sobre gorduras. Abraços!

  • Camila
  • Cintia

    Olá! Li há muito tempo um artigo que mostrava uma pesquisa feita com ratos que eram alimentados exclusivamente com soja transgênica, e que após algumas gerações os filhotes nasciam com lisencefalia (acho que é isso, quando o cérebro não tem as “rugas”). Nunca mais achei esse artigo, você conhece?
    Adicionalmente, eu acho que o problema não está no alimento ser transgênico, mas sim em se disseminar seu uso sem antes ter resultados dos efeitos a longo prazo, o que gastaria muito tempo e dinheiro…… :/
    Mas pensando somente no leite de soja, seus malefícios são realmente maiores do que o leite de vaca? Considerando lactose, glúten e tudo o mais de que não precisamos ingerir diariamente e que ingerimos no leite de vaca??
    Obrigada!!!!

    • Cíntia, eu hoje sou completamente oposto ao consumo de soja de qualquer maneira que não fermentada. Já sobre o leite, depende, né. Se você toma kefir de leite cru de uma vaca alimentada com pasto, é bem diferente de tomar leite ralo e desnatado, com adições químicas e pasteurização uht. Entende?
      Disponha!

  • Lydia

    Gostaria de saber se tem problema tomar comprimidos de omega 3? Se faz mal a saude ou não

    • Lydia, considero um suplemento sensato. Porém é necessário verificar a qualidade, procedencia e etc.
      Abraços!

  • jAIME rOCHA fILHO

    Como vejo sempre falar de um substitutivo para o leite de vaca e de soja, porque não experimentam o leite de cabra (já que querem tomar leite). Minha filha nasceu com in-
    tolerância aos dois e a mãe não tinha leite, porém, ela foi criada com leite de cabra sem problema. Eu pessoalmente acho que não precisamos de leite, e como dizem os companheiros do “Herbalife”, o homem é o único mamífero que depois de desmamado
    continua mamando, e o que é pior, mama vaca, deveria mamar mulher, sua espécie.

    • Nenhum alimento é insubstituível, Jaime. só precisamos saber quais são os macro e micronutrientes essenciais neles e substituí-los em nossa alimentação.
      Abraços!

  • Irene

    A soja que alimenta os animais

    • Que poderiam se alimentar do pasto que não está lá por causa da soja, Irene!

  • virginia

    Um absurdo! Como você pode publicar um artigo com tantos absurdos? Qual sua formação científica/ nutricional?

    • Virginia, as referências estão no rodapé do artigo.

  • fabrina

    Gostei muito do artigo. Não como carne há três anos e nunca inseri a soja na minha alimentação. Seja tofu ou a proteína. Como PVT de vez em quando se faço nachos, pq não achei outro substituto da carne moída em termos de textura e sabor. Mas é só, principalmente pq é impossível achar soja não transgênica e não sabemos os malefícios disso a longo prazo no nosso organismo.

  • camila gomes de Oliveira

    Olá tenho hipotireoidismo,comecei a pesquisar sobre a soja e percebi que ela ñ me traz nenhum benefícios, comecei a olhar os rótulos dos alimentos e percebi que na maioria possuem esse Emulsificante Lecitina de soja, minha duvida é.. esse emulsificante traz os mesmo malefícios da soja?? devo para de consumir esses alimentos?