Emagrecer É Difícil E, Provavelmente, Você Nunca Irá! (Parte 1/2)

Neste artigo de duas partes, vou botar a boca no trombone e mostrar pra você por que emagrecer é realmente muito difícil e por que, provavelmente, você nunca conseguirá.

Estatísticas mostram que 95% dos que tentam emagrecer, jamais conseguem (1). Na minha opinião, acho que este número é ainda maior. Mas por que será?

Em contra-partida, irei mostrar pra você, na segunda parte, o que fazem e o que têm em mente os 5% da população que realmente conseguem emagrecer de vez. Desta forma, você vai poder decidir por sí só qual caminho seguir e daí, quem sabe, não podemos aumentar um pouco estas estatísticas de sucesso, não é mesmo?

Vamos lá!

——

emagrecer é difícilÀ minha direita, posso ver um homem acima do peso comendo um sanduiche de pão branco que aparenta ser de alface, tomate e queijo.

À minha esquerda, vejo este rapaz um pouco bochechudo tomando um ice tea (chá gelado) e palitando os dentes… Bom, muito tarde pra saber o que ele devorou!

Eu sei, eu sei, eu não deveria estar olhando e analisando o que as pessoas ao meu redor estão fazendo, mas, enfim, tudo pela ciência :). E outra, estou disfarçado de planta, logo, ninguém me vê 🙂

Eu espero agora meu vôo pra casa aqui no Schiphol, aeroporto de Amsterdam e é claro que aeroporto não é o maior exemplo do mundo de alimentação saudável, mas, é triste ver que as pessoas, hoje em dia, até que estão pensando mais em saúde e em comer corretamente, porém, em qualquer lugar do mundo, a falta de informação de verdade acaba envenenando este esforço nobre das pessoas.

Especulando um pouco, o homem que estava comendo seu sanduiche “natural”, provavelmente, achando que estava ingerindo algo nutritivo, não tem a mínima idéia de como o corpo dele processa aquele alimento e a consequência disso ao longo dos anos.

Você já ouviu alguém dizer: “Ah, mas eu cuido da alimentação, como certinho e não sei por que ainda não emagreço.

Bom, aí começam as tristes tentativas de explicar: “Vai ver é causa hormonal.”, “Tenho que me exercitar mais!”, “Tenho genética de gordo, aí não dá!”, etc.

Vamos lá, se o seu carro apaga no meio da viagem, você vai olhar se o pneu furou ou se o combustível acabou? Óbvio, você vai checar o combustível!

Agora, por que no emagrecimento você iria olhar todo o resto antes de ter CERTEZA que sabe o que está fazendo com sua alimentação?

Sooofre!

Em 2009, querendo emagrecer, depois de fazer minhas pesquisas iniciais, eu segui 3 meses fazendo o que seria o certo e recomendado para perder peso, ou seja, me exercitar mais e comer menos.

Pra você ter uma idéia, comprei uma balança de precisão e estava pesando TODO alimento que colocava no meu prato! Exato! Eu pesava o brócolis, o frango, o arroz, a lentilha, a batata, etc. Antes de sentar na mesa, minha balança já tinha que estar lá.

Os gurus do emagrecimento diziam que eu podia ter tantos porcento de carboidratos no prato, tantos de proteínas e tantos de gordura. Eu levei a sério e fiz. Almoçar era mais uma sessão de contabilidade montando os números das calorias e pesos do que meramente uma refeição.

Além disso, comecei a me exercitar mais intensa e mais frequentemente, conforme recomendado pelos gurus.

Eu estava sentindo fome durante o dia. Chegava em casa faminto e ia lá pegar minha balança e comer aquela refeição controlada, sem graça e sem gosto. No final da tarde, não tinha a menor vontade de me exercitar. Eu sentia repulsão à ir correr na rua e meu corpo parecia querer a mesma coisa, ou seja, ficar de boa e não me esforçar.

(Mal eu sabia na época que comer menos e se exercitar mais é a forma mais difícil e errada de se emagrecer…)

Porém, eu, como pessoa aplicada que sou, venci estas vontades contrárias e sempre fazia como deveria ser feito, todos os dias, por 3 meses inteiros, que era a duração do programa em questão.

Não desisti, mantive o plano de 3 meses e cheguei no final heróico! Aí, você pergunta:

“Mas então, emagreceu ou não?”

Sim, eu emagreci, perdi uma quantia bem considerável de gordura, porém, à umas 3 semanas do fim, já não vinha perdendo mais peso.

Agora, o pensamento de ter que levar uma alimentação naqueles moldes e um regime de exercícios daquele tipo pro resto da vida atormentava meus sonhos! Como seria possível?

Quando ligava a TV e via aqueles programas de emagrecimento sendo vendidos e também as celebridades e profissionais do ramo que davam dicas sobre perda de peso, me perguntava: Caramba, sério mesmo que esse povo é tão masoquista assim a ponto de fazer desta tortura toda um estilo de vida?

Imagine, ficar contando pontos, somando calorias, regulando particionamento de macronutrientes, pesando alimentos meticulosamente, etc. Vida? Na minha opinião, é pesadelo…

Na boa, se eu tivesse que continuar fazendo o que estava fazendo, preferiria ser obeso mórbido e morrer mais cedo do que viver meus dias me sentindo cansado, com fome e podado até mesmo dos menores prazeres alimentares. Você provavelmente deve saber como é isso…

Emagrecer é difícil demais!

A partir daquele ponto, não descansei até encontrar algo que REALMENTE fizesse sentido no meio dessa história mal contada toda. Comecei, aos poucos e lentamente, descobrir os verdadeiros pesquisadores e profissionais do ramo que mereciam respeito e atenção e, mais importante ainda, a ciência imparcial e destendenciosa que desvendava pedaços e mais pedaços da verdade por baixo de todo o mar de balelas.

Eu fiz tudo isso por que, mesmo enfrentando descrença e dificuldades, eu não queria abrir mão de viver uma vida saudável e com o corpo em forma que eu queria!

Hoje, felizmente, a história é totalmente oposta! Hoje, eu emagreço quando eu quero e mantenho o peso sem o menor esforço, sem contar calorias, sem comprar alimentos caros ou suplementos, sem perder tempo na cozinha e sem controlar quantidades. Além disso, já ensinei, literalmente, milhares de pessoas à fazerem o mesmo através do livro eletrônico oficial aqui do site e os resultados são incríveis.

O Emagrecer De Vez, vem evoluindo junto comigo desde 2010 e hoje é o que você pode ver, referência na área, acompanhado e apoiado por muitos profissionais da área e pessoas de bem, formando uma comunidade gigantesca de pessoas que prezam por saúde, boa forma e estilo de vida.

Porém, por mais orgulho que eu tenha de tudo isso, deixemos isso de lado e continuemos aqui nossa conversa.

Emagrecer hoje em dia ainda é difícil!

As Pedras No Caminho

Pedra no caminho copyA grande verdade é que nós mesmos, ao longo dos anos, criamos um ambiente que é extremamente propenso ao ganho de gordura e estresse mental.

A grande maioria dos alimentos que podemos comprar não são verdadeiramente úteis e saudáveis ao nosso organismo.

95% do que é vendido no supermercado é inútil pra sua saúde e causa mais mal do que bem, por mais que a mídia tente te jogar idéias e balelas goela abaixo.

“Ah mas e os integrais, grãos não sei da onde, frutas essenciais, rações, exercícios queimadores e as outras coisas que são super saudáveis?”, você pode indagar.

Na minha opinião, um dos maiores crimes cometidos diariamente, sem punição alguma, acontece toda vez que a mídia “abre a boca” pra falar de nutrição e emagrecimento.

Diariamente, nos é vendida uma idéia totalmente errada e periogosa do que seja um estilo de vida alimentar correto. A mídia é a maior arma de destruição em massa da sociedade e, obviamente, forma opinião e dissemina o que bem entender.

(Sabia que o americano assiste, em média, 5:11 horas de TV por dia? (2). Quão longe disso está o brasileiro? É esta uma exposição longa suficiente à balelas?)

Agora, ano após ano, a mídia e os governos vêm pregando incríveis dicas e diretrizes de saúde, não só no Brasil, obviamente, mas em todo o mundo.

Mas e aí, no final das contas, o que tem acontecido ano após ano? O número de diabéticos, obesos e pessoas acima do peso, não para de crescer!

As pessoas pararam de ingerir tanta gordura, conforme aconselhado. As pessoas começaram a comer mais integrais e frutas, como sugerido. As pessoas começaram a se exercitar mais, conforme dito. As pessoas começaram a priorizar os integrais, de acordo com o proposto, etc.

Porém, por que diaxos não conseguimos ver pista nenhuma de que a situação está melhorando? Nem que seja um pouquinho se quer… por que?

Será que, por acaso, lá de longe, este seria um sinal de que, por ventura, o que estamos fazendo NÃO está certo? Afinal, a grande maioria das pessoas é exposta diariamente à estes tipos de diretrizes e regras de uma vida saudável, mas POR QUE as estatísticas só aumentam, dia após dia?

Por que o EmagrecerDeVez.com recebe mais testemunhos positivos e histórias de sucesso de longo prazo do que qualquer outro site?

Passe 10 minutinhos olhando os artigos e você irá saber. É simples, por aqui você não encontra as mesmas dicas e sugestões massantes, contra-produtivas e chatas que são vistas por aí!

Aqui não existe mais daquela mesma massagem mental que já torrou a paciência a muito tempo e vem contribuindo para GANHO de gordura da população e para a disseminação de mais e mais problemas de saúde relacionados ao peso e má alimentação.

A obesidade no Brasil pode chegar ao mesmo nível dos Americanos em menos de 10 anos se continuar dessa forma (3). Quase 30% das mulheres com mais de 20 anos estão com sobrepeso e quase 20% dos homens (4). Enfim, não é brincadeira e é óbvio que o que estão dizendo por aí sobre emagrecimento não está funcionando.

Agora, continuando no assunto de obstáculos que dificultam a vida de quem quer emagrecer, o próximo é a ciência fabricada.

É o seguinte, se estrategizando corretamente, é possível mostrar qualquer coisa! Interpretações tendenciosas podem tirar qualquer conclusão de qualquer resultado.

Tudo é possível de ser mostrado quando a carapaça correta é usada.

Por isso que a ciência nem sempre é digna da nossa confiança. Infelizmente, mesmo que você tenha sede por conhecimento e vá procurar na fonte, ou seja, ler publicações científicas e tudo mais, irá se defrontar com um obstáculo gigantesco. Não sabemos em quem confiar.

Hoje, é normal as indústrias alimentícias e de suplementos comprarem pesquisas científicas para mostrar determinados pontos que irão oferecer uma vantagem competitiva à elas.

A dica é, antes de se ler qualquer pesquisa científica, é válido verificar quem a patrocinou. Nós queremos conhecimento de verdade, destendencioso, verdadeiro, puro e não manipulação de processo, interpretação e resultado.

Por exemplo, o último artigo que escrevi aqui no site foi a respeito da soja.

Uma pessoa ficou meio resolvada com os pontos levantados e postou nos comentários um artigo que mostrava vários estudos científicos falando dos benefícios da soja, ao invés dos reportados malefícios.

Bom, não deu tempo nem de eu responder e um outro leitor (muito esperto e atento por sinal), verificou o tal artigo e respondeu o comentário mencionando que o artigo em questão fora publicado por uma das maiores empresas de produtos derivados de soja (Monsanto, gigante americana que movimenta bilhões)…

Tendencioso? No mínimo… É óbvio que eles querem pintar uma imagem linda do que eles vendem.

Enfim, até mesmo os ávidos aprendizes sofrem com as barreiras ao conhecimento de verdade.

Agora, ainda outro grande obstáculo é o seu próprio grupo social, ou seja, amigos e família. Quem já tentou seguir dieta ou cuidar da alimentação, sabe bem do que estou falando, não é verdade?

A pressão social é grande para que você continue do jeito que está e fazendo o que está fazendo. A verdade é que somente uma pequena minoria da população reconhece a necessidade de ser mais saudável e toma um passo nesta direção.

A grande maioria vive na inércia de suas vidas, com um monte de idéias e “quero isso e aquilo” e jamais toma uma ATITUDE.

Logo, quando você resolve tomar uma atitude, muitos ao redor irão colocar uma pressão subliminar pra que você volte a nadar com o cardume. É tenso!

Ufa, vamos lá então. Até agora vimos que emagrecer é muito difícil por que:

  • A maior parte da informação disponível no mundo sobre o assunto é extremamente fraca, danosa, infundada e contra-produtiva.
  • 95% dos alimentos vendidos não são verdadeiramente úteis e/ou necessários para uma vida saudável e um corpo em forma, logo, estamos rodeados de más opções. Precisamos focar nos outros 5%!
  • Muitas pesquisas científicas são fabricadas e manipuladas afim de provarem interesses específicos da indústria.
  • Seus amigos e família irão, até mesmo inconscientemente, serem obstáculos que irão oferecer resistência à sua jornada adiante na boa forma.

Aí esse povo vem dizer que emagrecer é fácil? Por favor…

“Emagrecer facilmente” é o que todo mundo quer e é o que todo mundo vende, afinal, a indústria é movida pela vontade irracional das pessoas de quererem resultado sem processo, ou seja, emagrecer da noite pro dia sem se preocupar em alterar nada no dia-a- dia.

A maioria das pessoas quer a pílula mágica e é disso que a indústria tira proveito, engordando os bolsos.

——

Bom, agora que o pesadelo está devidamente exposto e as cartas estão na mesa, aguarde a segunda parte do artigo, onde irei mostrar como você pode se juntar aos 5% da estatística que emagrecem de vez e vivem uma vida saudável de longo prazo, naturalmente, sem complicação e sofrimento.

Se você ainda não colocou seu email aqui no site para ser avisado quando os artigos novos são postados, sugiro que faça isso agora no topo da página. Deixe também seu COMENTÁRIO abaixo. Qual sua opinião sobre tudo isso?

Um abraço e até logo,

Assinatura_pequena-menor

Leia a parte 2 desta série clicando AQUI.

  • kelita Allen

    “Seus amigos e família irão, até mesmo inconsciêntemente, serem obstáculos que irão oferecer resistência à sua jornada adiante na boa forma”.
    Isso é pura verdade.Mas aprendi a dizer não com delicadeza aos alimentos que me fazem mal.As vezes as pessoas te oferecem alimentos ruins para ver sua resistência,depois que elas percebem que você mudou sua alimentação mesmo.Elas desistem.Os meus amigos e minha família estão entrando no meu ritmo.Cada alimento que me é oferecido por minha família que não está mais no meu padrão,eu explico o por quê de não comer.Tento fazer de uma forma bem didática para não se tornar uma pessoa chata.Rsssssssss

    • Parabéns, Kelita! O ser recebe a influência do ambiente. Mas pode influenciá-lo também =) De ovelha negra ou do contra ao exemplo, o caminho é esse mesmo =)

  • Lili

    Rodrigo, gosto muito dos seus artigos. Mas você poderia encurtá-los um pouco, ir mais direto ao ponto….

    • Josilene

      Puxa.. o Rodrigo se preocupa em expor e comprovar o que escreve, por este motivo é que os textos são longos. E ele ainda tem a preocupação de fazer um resumo no final. Do meu ponto de vista não precisa mudar não Rodrigo!

      • Gosto muito dos artigos, mesmo que estejam grandinhos. Agradeço ao Rodrigo por expor todo o seu conhecimento para nós, assim como eu adoro ler e não me importo.
        Acho que se encurtasse, iriamos perder uma quantidade legal de informações, por isso acho que tem que continuar da forma que está ;D
        Obrigada Rodrigo!

    • Flavia

      Concordo. Gosto do conteudo, mas acho que o Rodrigo
      poderia ser sucinto…

  • Tatiana Rohricht

    Adoro seus artigos Rodrigo, adorei o livro do Emagrecer de vez tb…parece mentira vc nao fazer esforço nenhum, nao passar fome, só comer coisas deliciosas e ainda ver o ponteiro caindo toda semana na balança!!! estou seguindo suas dicas ja ha 5 meses, e recentemente adquiri o livro..desde entao só tenho me sentido melhor!! Obrigada 🙂

    • Maravilha saber que está te dando resultado de maneira fácil, Tatiana!

  • Alan

    Mais um ótimo artigo! parabéns, Rodrigo! Realmente a familia acaba nos levando de volta pro “mundo deles” e assim nunca emagrecemos de vez.. mas quem lê os artigos desse site faz parte dos 5% de privilegiados com as informações verdadeiras de como emagrecer de vez.. com essas informações, só não emagrecerá quem não quiser..

    • Alan, Uma coisa que bem comentou a Kelita, é que no momento inicial nós passamos a ser “do contra”. Mas resultados falam por si só. Resultados transformam qualquer loucura em referência.
      =)

  • Liliane

    Rodrigo, parabéns pelo artigo. Eu discordo do comentário sobre a extensão dos seus textos. Aliás, acho que você discorre tão bem sobre o assunto que os textos tornam-se prazerosos de ler. Utilizo muitas de suas dicas na minha alimentação, principalmente as dicas para alimentação antes de treinos. E também aproveito para parabenizar o seu trabalho como pesquisador de um tema tão carente em informações verdadeiras.

  • Jose Marcelo Vieira

    Mais um excelente artigo! Na minha modesta opinião, o dificil não é emagrecer, mas sim sair do “cardume”… depois das informações dadas pelo Rodrigo e o Geosh, o que é necessário ser feito é tomar a iniciativa de sair do “cardume”… depois que se sai do cardume o restante do processo de emagrecimento é automático. Eu fico de queixo caído como o a coisa acontece numa boa com o nosso corpo, e o fato de comer mais vezes ao dia dá uma sensação de “conforto” muito grande, sem essa de ficar de estomago roncando como acontece nas chamadas “dietas” (ou seriam tentativas de suicidio?) que as pessoas apregoam por aí.

    • De fato, José! O corpo encara sim uma restrição calórica muito severa como uma ameaça a sua sobrevivência. E ele toma medidas drásticas pra combatê-las! Eu fico muito feliz que nós aqui hoje possamos ter um paradigma de emagrecimento que não só é prazeroso, mas também indolor, eficaz e saudável! Mesmo que gere polêmica, seja controverso, etc!

  • Maria do Socorro

    Aguardando ansiosa a parte 2. Quero fazer parte dos 5%. Parabéns, Rodrigo.

  • Fernanda Mira

    Rodrigo, boa tarde! 1º que tudo deixe-me agradecer de ter estudado (por mim) todas essas TONELADAS de matéria relacionadas com perda de peso. Elas são mais do que muitas, cada uma melhor (pior) do que a outra, comprimidos ou suplementos alimentares milagroso, tudo rápido, fácil e eficaz!!!!…. porém, toda a gente sabe que a realidade não é essa! Muitas vezes estou a ver TV com a minha filha e faço este comentário (quando estão a passar os anúncios, comerciais, acho q é como chamam no Brasil), “ISTO DEVIA SER PROIBIDO PASSAR NA TELEVISÃO!”
    É que há gente que nem põe em causa a qualidade, donde vem, a veracidade, etc, etc,. Compram, tomam e pronto. Pode até fazer algum efeito imediato, mas como sabemos é água e massa magra q se perde, mas as pessoas não querem saber, e passado pouquíssimo tempo, estão iguais ou piores.
    Aliás, todos os anos aparecem um monte de coisas novas!!! Se realmente fossem eficazes, porque aparecem todos os anos mais e mais????!!!!….
    Mas eis se não quando, surge o Rodrigo que estou tudo muito bem estudadinho para nós e aliviou-nos dessa tarefa.
    Nunca é demais agradecer pelo seu esforço e partilha, porque você poderia tê-lo feito para si e pronto! Mas não, graças a Deus partilhou connosco a verdade nua e crua e desengane-se quem pensa que não é por este caminho.
    Se se quer emagrecer saudavelmente tem que passar forçosamente por uma reeducação alimentar e fazer exercício para se ficar mais tonificado.
    O meu caso pessoal não é muito grave, tenho 13 kgs para deitar fora, nunca tive problemas com peso, mas fiz uma histerectomia total, o que me levou a fazer uma menopausa induzida e foi uma revolução muito grande no meu corpo e cabeça, daí uma ansiedade enorme comer pacotes de bolachas de seguida, chocolates inteiros etc todos os santos dias…
    É claro que o resultado só poderia ser um.
    Mas felizmente que apareceu o Rodrigo “na minha vida” e está a apoiar-me 100% nesta minha mudança dedinitiva de estilo de vida.
    OBRIGADA!!! Bjs

    PS. vi aqui em baixo q a Lu Ribas estava triste com o Brasil. Infelizmente não é só no vosso país, é no Mundo Inteiro que aparece má informação, os lucros falam mais alto do que a saúde dos outros!

    • Fernanda! Muito interessante a sua visão! Você já percebeu que a humanidade vive um momento em que não pode(ou não entendeu que deve) sacrificar o “crescimento econômico” em troca do bem estar coletivo. Portanto as vezes me parece que aceitam toda iniciativa que vise o lucro como válida, indiferente do impacto que isso tem na realidade. Mas eu acredito que isso está mudando, e que isso mudará completamenter no futuro. A livre distribuição da informação é a mola da mudança. E nós estamos justamente nessa fronteira! Vamo que vamo!

  • Taiane

    Oi Rodrigo e Geosh, gostei muito desse artigo… só pra variar… rs. Sobre o último ponto, família e amigos, realmente, as pessoas tiveram um choque quando viram os resultados do meu corpo: algumas acharam que eu estava com cara de doente, outras me elogiaram, outras me chamaram de neurótica…kkkk Tudo isso porque acham que eu tô seguindo as dietas da moda. Quando conversam comigo e digo a “fórmula mágica” (comer bem e se exercitar na medida), ficam chocados… Uma amiga minha semana passada olhou pra mim e disse: seu corpo está lindo! Vou pra academia amanhã…kkkk A questão do senso comum, querer que as coisas aconteçam de maneira instantanea…
    Ah, falando mais uma vez do artigo anterior(soja), parabéns pela coragem!
    Um abraço e Vamo que vamo!!!

    • Maravilha, Taiane! Se as pessoas te pedirem uma fórmula mágica: E=MC². Onde E é emagrecimento, M é malhar e C é comer =)
      Vamo que vamo!!!!

      • Taiane

        rsrsrs Amei!

      • Consuelo

        Geosh Einstein – foi ótima essa!!!

        • Haha! De Einstein eu só tenho a curiosidade, e olhe lá! Mas é a equação mais linda do universo heheheh

  • Raquel Souza

    Parabéns pelo artigo e é verdade, é difícil mas não impossível: Eu estou no 8° dia do programa de 10 dias segue o resumo:Resultados da 1° semana de reeducação alimentar:
    30/04- Peso: 99 kg
    Cintura:104 cm
    Quadril: 121 cm
    08/05- Peso: 98 kg
    Cintura: 97 cm
    Quadril: 120 cm

    Perdi gordura.Vamos que vamos

    Ps: eu não consigo postar na fanpage do Facebook,só consigo compartilhar o que já está postado, mais não consigo postar.Vocês podem ver pra mim o que está ocorrendo, começou ontem.Quero postar meus avanços!!!!

    • Maravilha, Raquel! Parabéns pelo sucesso! Deve ser algo temporário. Vou falar com Rodrigo pra ver do que se trata!

      • Raquel Souza

        Obrigado.Sabe o que tava pensando, o frio agora ajuda a emagrecer, pois é a melhor estação para comer sopa de chuchu com couve-flor e frango desfiado. boa pedida não! rsrsrs
        Até mais!

        • Sim! O próprio frio é emagrecedor em si, Raquel!

  • Bia

    Bia disse:
    08/05/2013 às 12:39 pm
    Olá meninos! Parabéns pelo site maravilhoso.
    Tenho uma dúvida. Eu sou “magra”, tenho 22 anos e gostaria apenas de emagrecer uns 2/3 kgs. Gostaria de saber se fazendo o HIIT (subindo e descendo escadas) 2 ou 3 x por semana é o suficiente, sem fazer mais nada, sem fazer musculação, nada (apenas controlando alimentação, é claro.)
    Fico na duvida, porque as vezes acho que fazer só o HIIT é muito pouco…
    Obrigada, Beijos (:

    • Bia! 2 ou 3 kg é um objetivo tangível apenas com a alimentação. O Hitt entra como um acelerador desse processo, e principalmente, como uma maneira rápida e simples de manter seu condicionamento físico, e portanto sua saúde, otimizados! Dê uma boa lida nos artigos e vamo que vamo! Disponha! Beijos!

      • Bia

        Muito obrigada Geosh! Então vou fazer o HITT 3x por semana para otimizar meus resultados e melhorar minha saúde (e celulites tb hahah)
        Obrigada e parabéns novamente!

        • Ótimo, Bia! Ah, celulites são completamente reversíveis, viu? Vamo que vamo!

          • Ana Avelino

            Vcs tem algum artigo sobre celulite?

          • Ana, Acredito que não. O meu entendimento sobre celulite é que seja uma inflamação que acontece em parte por má-circulação, em parte pelo acúmulo de gordura, e em parte pelo consumo de alimentos inflamatórios(derivados do leite, alimentos muito glicêmicos como farinha, açucar, etc e também oleos vegetais, margarina). Acredito que perdendo gordura corporal, hipertrofiando a sua massa magra, se hidratando e removendo esses alimentos na base do teste, o quadro se reverta.

  • Paula

    “Seus amigos e família irão, até mesmo inconsciêntemente, serem obstáculos que irão oferecer resistência à sua jornada adiante na boa forma”.

    “Pô Paula, mas cortar açúcar durante a semana é muito radical… Você fica sem nenhum prazer gastronômico…”
    E quem falou que uma salada bem preparada, com um peito de frango temperado do jeito certo não pode ser um prato delicioso?

    É o que eu mais escuto…
    Minha mãe me enchia mais o saco por causa dos ovos, mas quando ela viu que meu colesterol LDL estavam BEM mais baixo do que o dela, que quase não come ovos, se calou a esse respeito. Agora ela me enche mais pra falar que eu adorava pão branco e nunca mais comi, que não vale a pena me privar disso, que se eu já sei que nunca vou ter sobrepeso não deveria me preocupar com alimentação, que eu já me privo de tanta coisa por alergia e etc…
    Mas eu entendo esse lado dela, porque quando eu era criança, ela tinha de me obrigar a comer quando eu não estava com fome pra que eu não ficasse desnutrida (sim, eu fui uma criança muuuuuito magra e quase não tinha apetite. Fui sair dos 20 quilos com 11 anos de idade e agora com 15 meu peso anda flutuando entre 42,5kg e 43,5 kg.) Só acho que seria mais coerente se ela ficasse feliz por eu estar comendo de forma saudável ao invés de me entupir de açúcar e farinha.

    • Raquel Souza

      Continue firme no seu propósito , pois no futuro é vc quem vai sofrer para deixar desses “venenos” e não tem quem faça por vc.Dá pra ela ler alguns artigos aqui do site , quem sabe ela não muda de idéia!Boa sorte.

    • É delicado mesmo, né? Com jeitinho tudo se resolve, Paula!

  • Raquel Souza

    Não pude deixar de lembrar de um filme infantil Happy Feat 2, onde tem dois ” crills” que um deles resolve nadar contra o cardume pois ele acha impossivel a vida ser só aquilo, nisso ele vive coisas imagináveis para um crill rsrsrs, .Eu estou nadando fora do cardume, graças a vocês, Rodrigo e Geosh, Deus que vos abençoe.

    • Nadar contra a corrente significa tomar suas próprias decisões, tirar suas próprias conclusões, errar e aprender por conta própria, e chegar de fato em lugares onde um camarão nunca chegou =) Vamo que vamo, Raquel!

  • Mair

    Rodrigo, realmente, você é demais consegue sempre tocar nos pontos forte e verdadeiro da sociedade, concordo com você que é muito difícil emegrecer, mas só para os fracos, estou fazendo um projeto de emagrecimento para fazer fisiculturismo e está dando certo. Estou usando os conhecimentos que você me encinou. Mas uma vez você está de parabéns. Sobre as industriais das dietas elas só levam no bico, hoje em dia, quém não ler jornal, revista etc. aquelas pessoas que fazem porquê ouviu falar, nem sabe se vai dar certo. Não faz uma pesquisa preimeiro, acabam dando errado e dando com os burros naguá. Abraços.

    • Obrigado, Mair! Vamo que vamo!

  • Jocelina

    Muito bom! Espero a segunda parte.

    • Obrigado, Jocelina!

  • claudia beltrao

    PERFEITO RODRIGO TOU NO PROCESSO E EMAGRECI 5 K EM DOIS MESES FAÇO MUSCULAÇÃO JUMP E SPPINNER E HITS MAS NADA RADICAL VARIO MUITO OS EXERCÍCIOS E NUM PASSO FOME TOU ME SENTINDO OTIMA SUPER FELIZ PRETENDO PERDER MAIS UNS 8K AGUARDO A SEGUNDA PARTE DO POST ……VOU COMPRAR SEU LIVRO RODRIGO .ENCONTREI A SOLUÇÃO P EMAGRECER AQUI JA ESTAVA SEM ESPERANÇA PENSEI Q IA MORRER GORDA. VCS SÃO PERFEITOS PARABÉNS PELO LINDO TRABALHO MENINOS BJS……

    • Fico feliz que nenhum de nós precise mais morrer gordo, Cláudia! Vamo que vamo! Bjao!

  • ALESSANDRA REZENDE

    Rodrigo, nao sei se consegui entender o seu negocio. Mas me parece que a falta de objetividade tem haver com o seu interesse em vender os seus livros que sao sempre citados neste artigos gratuitos. Certo? Porque venho lendo seus artigos esperando essa tao sonhada formula que te fez merecer o corpo dos sonhos. So que sempre ao final do artigo, fica apenas a expectativa para o proximo artigo.

    • A fórmula é simples, Alessandra. Carboidratos complexos de baixo IG/fibrosos+gordurasboas+proteínas. Oriente-se por essa forma a cada alimentação.

      • Consuelo

        Geosh, mas no livro tem muito mais coisas e muito mais explicações, além do acesso ao Forum onde a gente aprende muita coisa com as experiências dos que já estão seguindo estes novos hábitos alimentares.

        • Sim, de fato! Só o acesso ao fórum e as pessoas legais que tem lá dentro(né? =), a vibe boa, o valor do apoio e da experiência de outras pessoas vivendo o mesmo momento, não tem preço!

  • Ansiosa pelo próximo artigo… Sempre muito bons!

    • Obrigado, Haidê =)

  • Nercy Luiza Barbosa

    Olá Rodrigo!

    Pode me fazer um favor? NÃO mude o jeito de escrever seus artigos não. É exatamente esse seu jeito despojado e bem humorado que faz o site diferente dos outros no gênero.

    Concordo plenamente com seu ponto de vista sobre os alimentos desnecessários que encontramos nos supermercados, É óbvio que a grande maioria das indústrias não estão preocupadas com a saúde de ninguém e quem fica feliz e ganha com isso é uma outra indústria: a de medicamentos.
    Pois quanto mais pessoas doentes tiver no mundo, mais as tais indústrias ganharão. É um ciclo maldito.

    O que mais me espanta é a saúde pública não fazer nada, não elaborarem uma pesquisa confiável para alertar as pessoas de que quanto mais simples a alimentação, melhor.

    Não digo que não saio da linha vez ou outra, mas afirmo com a máxima certeza de que já conheço o caminho das pedras em relação à alimentação adequada e ao peso. Se extrapolo na dieta hoje, amanhã cuido com maior atenção da mesma. Logo, poderei manter o peso que desejo tanto quanto sair da linha de vez em quando.

    Acho que tudo se resume em educação mental. Afinal, tudo começa e termina no ato de pensar e repensar nossas ações, sejam quais forem.

    Parabéns pela primeira parte do artigo, esperarei pela segunda com o mesmo prazer de ler de sempre.

    Abraços, querido. Sucesso!

    • Ana Avelino

      Nercy, uma das coisas mais legais que descobri aqui no site foi que o “sair da linha”, uma vez por semana, também é muito importante. Foi uma alegria saber disso, pois consigo me manter certinha por seis dias mais facilmente sabendo que tenho um dia reservado de “pé na jaca”! 🙂

  • Nercy Luiza Barbosa

    Desculpe pelo longo comentário, espero que ninguém reclame e peça para que eu vá direto ao assunto. 🙂

    • Magina, Nercy! Seus comentários são sempre muito bem vindos =)
      Abraços!

  • Cleiton

    Olá rodrigo. Gostaria de dizer que graça a teus artigos e teu alto conhecimento que vc passa,consegui emagrecer 10 kl num mes mas ja perdi 12 mais estarei logo em breve postando no face minhas fotos e contando minha historia pro pessoal da nossa comunidade !!Um abraço e obrigado por tudo até aqui !!!

  • Estou a 75 dias e perdi 6k vejo que muitos perdem 10k em 1Mês mas vou apremdemdo é vou chegar no meu obejetivo. Obrigado pelo encemtivo.

    • Sim, Sali, mais importante do que perder peso é conhecer o porquê das coisas. é só ir estudando que vamos ficando fera no assunto =) Disponha!

  • blz rodrigao,emagreci na faixa de uns 17 kg, de 90kg fui,para 73kg,porem aquela gordurinha infeliz insiste em permanecer, tenho um biotipo endomorfo e agora pra terminar de enrola rompi um ligamento do tornozelo e estou sem fazer atividade fisica devido a esse problema nao estou malhando,entao comecei a acumular um quantidade a mais de gordura abdominal,rodrigo me dar uma forca ai estou precisando,abraco.

    • Wallysson! Foque na sua alimentação. reduza ao mínimo os carbs glicêmicos. Ah, e parabéns pelo sucesso! 17kg é peso DEMAIS!

  • kelita Allen

    Quem tem preguiça de ler, não emagrece!!!As pessoas querem mágica,querem receber tudo nas mãos.Indiquei o site para uma amiga,mas ela queria tudo resumido em cardápios.Eu perguntei se ela não queria que eu fosse preparar as refeições para ela todo dia e colocar na boca dela.
    Eu diria que o primeiro passo para o emagrecimento é ter o hábito da leitura e saber buscas informações no lugar certo.
    Isso eu encontrei aqui no emagrecer de vez.
    Indico também o livro eletrônico de hipertrofia muscular.MARAVILHOSO!!!

    • Taiane

      kkkk Kelita é verdade. Também indico o site, explico o que aprendi sobre o HIIT, por exemplo, aí me dizem: me explica você… Quer que eu ensine, é mole? Quando ensino acham dificil, aí eu peço pra ler o artigo… já viu né? Se deixar, quer que eu cozinhe também. rsrsrs

      • kelita allen

        É tanta história gatinha…Rsssss
        1 ano para contar os fatos.kkkkkkkkkkkk

    • Sim, o que me pedem de cardápio… hehehe

  • LUZIA

    Realmente, emagrecer é muito difícil, eu que o diga, estou 30 kgs acima do peso, com diabetes tipo 2, sendo que ela já afetou os meus rins, mas tenho certeza que conseguirei emagrecer. E com a sua ajuda, com estes artigos maravilhosos, aí sim, mas não é fácil. Meu médico falou que se eu emagrecer não vou precisar tomar mais medicamento, para ajudar os meus rins trabalharem melhor. Assim, vocês viram que não tenho outra saída. Muito obrigada, por seu serviço.
    luzia

    • Luzia, vamo que vamo. Eu acredito que a melhor opção nesse caso é realmente adotar um estilo de vida bem regrado no que tange os carboidratos
      Disponha!

  • Estou começando agora a seguir as recomendações do site. Preciso perder uns 5 quilos para chegar aonde eu quero hehe, está difícil (mesmo sendo pouco) e não estou feliz. Mas vou tomar uma atitude e vou seguir em frente.
    Eu adorei o blog, os artigos são ótimos, perfeitos e tudo o que eu precisava, com certeza irei recomendá-lo para meus amigos e minha família. Afinal, conheço muita gente querendo emagrecer e caindo nos truques da mídia e fazendo dietas de vários tipos que na verdade só prejudicam a gente.
    Estou ansiosa pelo próximo artigo, ainda tenho muitos desse blog para ler e irei me atualizando no que preciso fazer para perder peso, ou melhor, é mais para me manter saudável, porque hoje em dia é bem difícil.
    Obrigada por todo o conteúdo que disponibiliza pra gente ;D

    • Obrigado, Milena! Boa leitura, tem muuuuita coisa escrita, podcasts, videoaulas, muita informação.
      Vamo que vamo!

  • Rodrigo Ramos

    Venho aplicando suas dicas em minha rotina alimentar desde o ano passado… e mesmo cometendo pecados, meu corpo eliminou 15% do meu peso (12kg) de forma lenta e gradual, como se estivesse me dizendo que não precisa dessa “reserva execessiva” de gordura. E de um tempo prá cá, naturalmente meu corpo estacionou meu peso (peso escolhido por ele mesmo) e me parece que agora ele usa a minha rotina alimentar só como manutenção… não sobe, nem desce e está mantendo o percentual de gordura em 14%… Continuo aqui observando, me tornei minha própria “cobaia” rsrsrsrs… mas satisfeito com os resultados até aqui!!!! Grande Abraço.

    • Comigo aconteceu a mesma coisa, Rodrigo! Estimo que a minha alimentação mantenha o BF em 10 ou 12% sem praticamente nenhuma atividade física. Agora recomecei a malhar, vamos ver o q vai acontecer!
      Abraços!

    • Paula

      Sobre isso de estacionar, eu li no blog do Dr. Souto que cada corpo tem um “set point”, um peso ideal, escolhido por ele mesmo, que tenta defender a qualquer custo, seja em termos de engordar ou emagrecer. E que o consumo de carboidratos ruins poderia aumentar o valor esse set point (por isso que quase todo mundo emagrece bastante só de cortar trigo e diminuir o açúcar).
      Se funciona pra todo mundo eu não sei, mas pra mim funcionou.

      • Sim, Paula! Concordo com o Souto nesse ponto. Acredito que os carboidratos densos distorcem o organismo!

        • Paula

          Eu nem acho que o problema seja tanto dos carboidratos densos, e sim do processamento pelo qual eles passam. Pro açúcar ficar branco, colocam soda cáustica. E ficou difícil comer derivados trigo depois que eu li sobre o processo de extrusão que os grãos passam. Eles são literalmente expostos a veneno (não lembro o nome, mas estava escrito que quando alguém é envenenado com aquilo, os médicos dizem pra nem tentar salvar que se tentar vai morrer junto). Nem imagino como o arroz branco é produzido ou como criaram aquela aberração chamada gordura trans.
          Acredito que, se fossem consumidos com moderação e sem tantos venenos, os carboidratos densos não fariam tanto estrago. Mas já que eles são tão modificados, é melhor não comer ou comer de vez em nunca…

          • Isso também! Acredito que a densidade máxima que nós conseguiríamos lidar bem seria por volta do arroz integral. Claro, se você se valer de outras estratégias pra manter a glicemia dele sob controle, como as gorduras boas, proteína e carbs fibrosos. já a indústria alimentícia, acredito que precisa ser inteiramente repensada, Paula! Abraços =)

  • Alexandra madureira

    Olá Rodrigo e Geosh, começei a minha dieta e exercicios há 10 meses emagreci 12 Kilos, mas o meu peso ficou parado há 2 meses e não sei mais o que fazer. Gostava de ler o vosso livro.Vivo em Portugal. Obrigada.

    • Alexandra, toda vez que o emagrecimento para(por emagrecimento entenda, perda de gordura ou de medidas) é hora de parar e reavaliar cada aspecto do que a gente faz pra ver o que pode ser melhorado. O livro é eletrônico, você pode o adquirir normalmente aí de portugal. Disponha!

  • Bia

    Oiii Geosh, o que está acontecendo com a página do desafio? Quando clico lá aparecem apenas depoimentos e não o desafio em si =(
    Obrigada desde já!
    (:

    • Bia, O desafio de 3 meses saiu do ar. Ele era muito complexo, envolvia a contagem de calorias, etc. O processo de 10 dias e as video-aulas estão aí e se mostraram muito eficazes!

  • Sandra Ferreira

    Parabéns pelo artigo. Essa historia de carbs com baixo IG funciona de verdade!!! Não dá fome se fizer direitinho e 8 quilinhos a menos cala a boca da família inteira!!! Não há outro caminho. É dificil quebrar os paradigmas mais uma vez quebrado é só orgulho na hora de se olhar no espelho. Acho que esse é o nosso maior incentivo. Obrigada Rapazes do Emagrecer de vez. E como vcs dizem, vamo que vamo! Aguardando o n.2! Muitos abraços.

    • Sandra, Vamo que vamo!!!! =D
      Abraços!

  • Consuelo

    Rodrigo, Geosh e demais colegas, vejam esse documentário – vale super a pena: http://www.muitoalemdopeso.com.br/

    • Esse é o documentário que Dr. Souto citou em um dos podcasts =)

  • Chrys

    Olá Geosh!!!
    Bem hj a pergunta é ” Farinha de mandioca engorda?”

    Já li artigos que falam que a mandioca pode emagrecer e secar a barriga se usada adequadamente. Mas… A farinha da danada, engorda?

    Thk u

    • Chrys, A mandioca em si é bem glicêmica, portanto a farinha deve sim ser igualmente ou talvez mais glicêmica. Acho que rola uma moderação, menos, claro, nos cheat days!

      • Chrys

        Ok obrigada Geosh!

  • Solange

    A parte mais difícil pra mim é o café da manhã. tenho dificuldade em não comer o pao no café da manhã . Preciso emagrecer 40 ks e sinceramente esta difícil demais . Tenho o livro leio os artigos e não engreno .

    • Dennys Silva

      Oi, colega. Pelo menos comigo o que funcionou foi tirar de vez o pão até que a “necessidade” foi diminuindo, no começo era impensável ficar sem pão. Se for em uma situação pré treino de musculação ou dia de folga da dieta eu até abro exceção, mas foi-se o tempo em que comer pão era uma necessidade pra mim… Outra dica é ampliar seu conhecimento sobre alimentos, você pode encontrar alimentos saborosos e saudáveis pra comer de manhã no lugar do pão. Por exemplo, nunca gostei de ovo, hoje como todas as manhãs, há formas deliciosas de se preparar, nem me lembro mais do pão… A mesma coisa vale para o arroz com feijão. Resultado? A gordura está fugindo de mim igual ao diabo foge da cruz rsrsrs

      • Chrys

        Solange amor, vc pode usar o pão integral ou de centeio linda! Vc substitui por integrais fica mais fácil para vc depois até viver sem se for o caso, o que eu não vejo pq. Faz assim substitui que funciona! Beijos

        • Paula

          Tem umas receitas de pão low carb com farelo de trigo. Trigo é ruim pra saúde de qualquer jeito, mas o carboidrato do farelo é fibra, portanto, não é digerível e provavelmente não terá efeito glicêmico. Você pode pesquisar e fazer em casa de vez em quando, como os fumantes que usam adesivos de nicotina. É melhor se puder viver sem, mas acho que comer unzinho desses de vez em quando é melhor do que comer pão francês/branco todos os dias.

    • As vezes temos que repensar nossos hábitos, Solange. os mesmos hábitos trazem sempre os mesmos resultados.

  • mariana

    olá rodrigo queria lhe agradecer, em primeiro lugar, por todo o seu trabalho arduo e por ajudar a muita gente a sentir-se melhor consigo mesmas e a ficar mais saudavel. Peço-lhe, por favor, que durante um dia ponha o seu livro eletronico gratis para baixar. Nao tenho dinheiro suficiente para compra-lo mas nao tem ideia de quanto eu preciso dele!!!!!! tenho andado a fazer dietas restritivas e preciso de estabilidade e saude. Espero que seja possivel, obrigada

  • Rodrigo

    Tinha prometido para mim não me envolver com dietas ou reeducação alimentar, entretanto, ao ler seus artigos, passei ver uma luz no fim do tunel uma esperança.
    Continue escrevendo como está fazendo, quanto mais detalhes melhor, voce está no foco .Sucesso.
    Comprei o livro e estou lendo com calma, para fazer tudo certinho;

    • Vamo que vamo, Manuel! só fracassamos quando desistimos.
      Abraços!

  • Andreia Soares

    Oi Rodrigo!!!
    Meu nome é Andréia..Venho com muita satisfação, dizer que comprei o livro, procuro fazer direitinho, claro que ás vezes dou uma “escorregadinha”, mas em 3 meses já consegui eliminar quase 10 quilos, eu pesava 72,5 kg e hoje estou com 63kg.O legal é que as pessoas que convivo em casa, no trabalho, por onde eu vou notam a diferença… nunca consegui um resultado tão bom assim, minha vontade era emagrecer para ser mamãe, sinto que agora estou preparada, pois não irei ficar tão gorda…abraços!!!

    • Andréia! Lembre-se que escorregar é necessário pelo menos uma vez por semana pra reestabelecer os níveis de leptina e continuar emagrecendo =)

  • ines

    dá para comprar o livro em portugal?

    • Dá sim, Ines! o livro é eletronico e o hotmart aceita diveeersas formas de pagamento. Abraço!

  • Edneide Jacinto

    acho tudo isso o máximo….Parabéns pelos artigos,e pela coragem e boa vontade de compartilhar conosco…Obrigada.

    • Vamo que vamo, Eneide!

  • magali

    Eu nao entendi o que uma mulher postou um pouco acima, disse que a conta dela foi bloqueada pq tentou ler o livro em outro pc, nossa eu to querendo comprar o livro mais eu gostaria de entender, então nao posso ler em outro pc, no meu trabalho por exemplo? gostaria de ter uma explicacão , grata.

    • Rodrigo

      Pode sim Magali, eu realmente não entendi muito bem o que aconteceu no caso dela mas a conta foi bloqueada por suspeita de pirataria. Isso que me informaram. O livro pode ser baixado e lido em qualquer computador, diferentes computadores e também iPad, etc… não tem problema algum!

      Abraço!

  • Sueli Furtado

    Olá Rodrigo!
    Já comprei e li seu livro e todos seus artigos que recebo, gosto muito, inclusive consegui imagrecer por um tempo porque segui todas suas orientações ! Mas viajei por alguns dias fora do país e quando voltei não consegui continuar com a rotina da alimentação que eu estava, aí comecei a comer errado novamente.
    Estou novamente relendo seus artigos e o livro eletrônico para ver se consigo voltar aquela minha rotina…
    Ainda não recebi as receitas e os brindes que prometeram quando da compra do livro!
    Parabéns pelo livro e artigos, são muito interessantes e bem explicados!

    • Obrigado, Sueli! Vamo que vamo. é só voltar pra alimentação de qualidade e colher os benefícios =)

  • ADA PEREIRA DA SILVA

    ACHEI INTERESSANTÍSSIMO.POR UM MINUTO SONHEI COM MEU CORPO EM MINHAS ROUPAS PERDIDAS DEVIDO À OBSIDADE.MEU ASTRAL MELHOROU.

    • Obrigado, Ada! Vamo que vamo!

  • Pablo

    Muito interessante.

  • DENNIS

    Fala Rodrigo.
    em outubro do ano passado, eu e minha esposa que estamos muito acima do peso, na época eu com 137 kg e ela com 96 kg começamos o desafio proposto pelo site e fizemos direitinho, em menos de 2 meses eu cheguei a 120,900 kg e minha esposa a 83,900 kg, isso comendo bem, se exercitando razoavelmente e nos sentindo muito melhor. Estávamos perdendo em média 1,5 kg por semana e melhorando a saúde, mas infelizmente tive vários problemas pessoais que me fizeram meio que perder o rumo e não aguentei a pressão parando o processo, infelizmente, e no meio de tanta turbulência a força de vontade acabou e vários quilos voltaram.
    Hoje estou com 131 km e minha esposa votou ao peso anterior. mas, como tudo na vida passa, a faze ruim também passou, a vida esta entrando no eixo novamente e tocou a consciência para tentar novamente e seguindo o processo do site, que eu sou prova viva que realmente é a forma correta de ficar saudável da forma correta e com o menor sofrimento.
    espero em breve ou até nem tanto, pois sei que não adianta a pressa, mas a mudança de habito para a vida, então pode levar meses também, mas que seja sólida a mudança, mas espero voltar e poder ser mais um exemplo de mudança para incentivar mais gente assim como os casos de sucesso aqui me incentivam também.
    até lá

    • Vamo que vamo, Dennis! A vida é mesmo uma onda. Tem os picos e tem os vales, indiferente de quanto sucesso nós conseguimos. Acho que o melhor a se fazer nos empenharmos em segurar a onda justamente nos vales, por mais difícil que seja. Assim, quando a fase ruim passar, estaremos mais fortes que antes!
      Abraços!!!

  • Marco

    Olá, entrei pela 1ª vez no site hoje, e gostei muito das explicações.
    Estava procurando uma explicação sobre a insulina, quando o google me levou ao Teu site.

    Como li no artigo sobre insulina, o corpo precisa manter os níveis de açúcar no sangue entre os limites de 70mg/ml e 110mg/ml. Caso o nível de açúcar no sangue suba acima de 110mg/ml, o corpo irá liberar um hormônio INSULINA que irá percorrer o sangue “limpando-o” deste excesso de açúcar (glicose) e guardando ele nos tecidos magros ou como gordura. Caso o nível caia para abaixo de 70mg/ml, o corpo novamente libera um outro hormônio GLUCACON que faz com que o corpo libere na corrente sanguínea o açúcar que esta armazenado nos tecidos magros, restabelecendo novamente o equilíbrio

    Bem, mas é sobre a insulina que eu tenho uma dúvida:
    – Qual a quantidade de alimento necessária para que a insulina comece a atuar no sangue?
    Ou melhor explicada a minha pergunta, eu queria saber se eu comer uma barra de cereal, ou, um copo de iogurte desnatado à noite, (exemplos) já libera insulina no sangue, ou necessita de algo mais volumoso ou doce?
    Tem como explicar a quantidade ideal de calorias ou proteínas ou até mesmo de gordura que se pode consumir sem a liberação de insulina, ou ela é liberada automaticamente, tipo a saliva quando colocamos alimento na boca?
    e se for liberada sempre, tem como saber a quantidade ideal para não engordar, ou seja, para que também seja liberado o glucacon no organismo?

    Desculpe a intromissão e tomar teu tempo com estas perguntas, mas é muito importante para mim.
    Tenho complexo de gordo e apesar de pesar 1,77 kg e medir 1,74m tenho uma barriguinha acentuada que acho que com exercícios abdominais e controle nos carboidratos e alimentação em geral, posso resolver.

    • Seja bem vindo, Marco! A liberação da insulina está mais ligada a velocidade com que o alimento se tranforma em açucar no sangue do que com a quantidade. No caso da barra, sim, ela é o bastante. O iogurte desnatado já vai ter uma resposta mais tranquila. A liberação de insulina está estritamente ligada aos carboidratos. com gordura ela é nula e com proteína é irrisória. Ao associar os carbs com proteína, gordura e fibra, você diminui a resposta glicêmica também. Uma boa é dar uma analisada nos carboidratos que você consome com frequência. Grande abraço!

  • Gustavo

    Vocês poderiam me dizer se eu, com 15 anos, estou errado em seguir a este ritmo?
    Tenho umas gordurinhas e gostaria de ser saudável… (risos).
    Só ta aí o problema, não trabalho e todos são contra mim, aí nem da para comprar o livro
    “Emagrecer de vez”.
    Mas suas dicas já são grandes começos! Já li uns 15% de todos os artigos e videos que vocês fizeram…
    Continuem assim!
    Pergunta: Qual os melhores carboidratos (como você disse, tirando o arroz, batata, farináceos…) e qual a melhor maneira de comê-los?
    Se puderem me responder por e-mail ficaria mais fácil!

    gugusartori@gmail.com

    Continuem assim! Que DEUS continuem abrindo suas mentes para questões que são o ponto “x” da mídia!
    =D

  • Rafaella

    Adoro os artigos do site e esse foi muito bom, muitas coisas que eu não sabia aprendi aqui. Obrigada!

  • Anônimo

    Tu queres é que comprem o teu livro -.-“

    • Robert

      Bom, infelizmente muitas pessoas querem apenas sugar o máximo que elas podem do mundo e nunca dão nada em troca.

      O livro vale cada centavo. O valor é irrisório, pois é um investimento que muda toda a sua vida!

      E saiba que muitas pessoas emagreceram só com as dicas que eles dão gratuitamente aqui no blog.

  • Claudia Ribeiro

    Olá Rodrigo,boa tarde
    Aí vai ,meu problema é o seguinte:
    Há dois anos fiz uma dieta bem legal,comendo de três em três hora e tal e malhando,emagreci 8 kg em um mês fiquei
    imensamente feliz,só que aí entrei no tal efeito platô e não emagreci mais nada,pra mim tudo bem porque pelo menos não estava engordando,mantive meu peso por dois anos,mas há 4 meses mesmo mantendo minha alimentação “adequada” tenho ganho,aproximadamente 1 à 1 kg e meio por mês ,simplesmente desesperada!
    Ah ,minha médica encontrou uma tal glicemia baixa e colesterol alto:(
    Abraço e Obrigada .